Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » O profeta John Hughes

Cultura

Luiz Carlos Merten

07 Agosto 2009 | 11h14

CANCUN – John Hughes morreu? Aos 59 anos? De infarto, quando caminhava por Manhattan? Compreendo perfeitamente a perplexidade de Fábio Negro. Os anos 80 realmente acabaram.E olhem que eu nao sou desta época. Como sou da classe de 45, já estava entrando nos 40 quando ele fez todois aqueles filmes que marcaram toda uma geracao. Gatinhas e Gatoes, O Clube dos Cinco, A Garota de Rosa Shocking, Curtindo a Vida Adoidado, para nao falar da série Esqueceram de Mim, uma parceria dele com Chris Columbus que lancou Macaulay Culkin. As comedias romanticas de John Hughes estabeleceram um modelo de filme teen diferenciado em relacao aos anteriores. E ele transformou Molly Ringwald na representacao da garota da porta ao lado, uma fantasia recorrente do cinema de Hollywood, que Marilyn Monroe encarnara nos 50 – a vizinha de Tom Ewell em Seven Years Itch, de Billy Wilder, lancado no Brasil como O Pecado Mora ao Lado. Embora eu nao pertencesse äquela geracao, como crítico, que já era, nao pude deixar de percxeber o que hasvia de interessante em The Breakfast Club, O Clube dos Cinco, expressando os dilemas daquela garotada que ingressava na vida em plena era Ronald Reagan, quando se consolidava o modelo economico neoliberal (com Rreagan e Margaret Thatcher), que desembocou na tal globalizacao. John Hughes percebeu que a competitividade daria o tom dessa geracao e criou o personagem de Matthew Broderick em Curtindo a Vida Adoidado para rebater um ajustgamento social que foi virando camisa de forca, deixando para trás, definitivamente, a rebeldia sem casusa dos (anti)heróis dols anos 50. Assim como revolucionou as comédias teen, quer queiram ou nao, John Hughes também reformou o filme infantil, olu iunfanto juvenil, com as aventuras de Kevin, o esquecido dos pais, na série Esqueceram de Mim. Os críticos, meuis coleguinhas, sempre reclamaram da fórmula – Hughes e Chris Columbus intyroduziram uma violenckia selvagem no cinema familiar. Macaulay Culkin, como Kevin, era um Rambinho pegando em armas contra os assaltantes que profanavam o santuário familiar em Esqueceram de Mim. Acho que, se alguém filmou a perda das ilusoes ou da inocencia, foi John Hughes, como produtor e diretor. Nao sabia da morte dele, porque senao teria repercutido com John Cusack, na entrevista que fiz ontem, por conta de 2012. No auge do sucesso, Hughes abandonou Hollywood (e o cinema…) para ser fazendeiro. De certo se cansara desse mundo novo (admirável?) que seus filmes retrataram. Morreu prematuramente. Cada um terá o seu John Hughes. O meu é Curtindo a Vida Adoidado, mas tenho de admitir que me divertia com a violencia cartunesca de Kevin. Quando ele esfolava Joe Pesci e o Stein (David?) em Esqueceram de Mim, era como se Tom e Jerry voltassem ä cena se arrancando pedacos. Era horrível, mas eu me divertia. Já tinha 40 anos e talvez continuasse crianca. Pelo menos admito, o que muita gente nao faz.