Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » O mundo roda

Cultura

Luiz Carlos Merten

28 Outubro 2006 | 09h48

Rapidinho. Tenho visto em revistas as primeiras fotos de filmes que fazem sonhar. O novo de Woody Allen é interpretado por Ewan McGregor e Colin Farrell, que fazem irmãos e o filme está sendo definido como uma versão mais ligeira (ou mais cômica) de Match Point, o melhor Allen dos últimos tempos. É curioso que ele tenha se ajeitado no casamento com Soon-Yi e declare ser feliz como nunca foi na vida, porque, do ponto de vista da arte cinematográfica, sua parceria com Mia Farrow, que deu no que deu, era mais estimulante. Me lembra uma coisa que o Paulo Francis disse no necrológio do Truffaut. Que no final da vida Truffaut havia encontrado a felicidade com Fanny Ardant, mas para os cinéfilos tinha sido uma m… (era Francis quem dizia), porque os filmes que ele fez com ela não se comparam às suas obras-primas. Enfim – outras fotos. O novo de Wong Kar-wai, My Blueberry Nights, o primeiro filme dele em língua inglesa, com Jude Law e Natalie Portman… Pelamor de Deus, me informem quando estréia. Natalie Portman parece interpretar Maggie Cheung e Jude, Tony Leung no que se antecipa, pelas fotos, como uma nova retomada de Amor à Flor da Pele. E há o novo Chabrol, La Femme Coupée en Deux, com Benoit Magimel, o ator de Mademoiselle d’Honneur e As Flores do Mal. Baseia-se num caso ocorrido em Nova York, no começo do século passado e que já inspirou, no cinema, um grande filme de Richard Fleischer – O Escândalo do Século (The Girl in the Red Velvet Swing), com Joan Collins e Ray Milland, nos anos 50.