Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » Número um

Cultura

Luiz Carlos Merten

29 Agosto 2007 | 17h16

Acabo de receber a lista de DVDs mais retirados da semana. A pesquisa é feita pelo InformEstado em 12 grandes locadoras da cidade. Lá estão 300, A Procura da Felicidade, Norbit – Uma Comédia de Peso, Número 23, Alpha Dog… O número um é Atirador e é deste que quero falar. Não assisti ao thriller de Antoine Fuqua com Mark Wahlberg. Nem sei por quê – em geral, vejo tudo que é filme, mas este deve ter estreado quando eu estava fora, em algum festival. Perdi. Fuqua é o diretor de Rei Arthur e Dia de Treinamento. Não gosto particularmente de nenhum dos dois, mas acho a cena da batalha do gelo no primeiro muito boa – o próprio Fuqua me contou, no junket do filme, que tem de agradecer a Polanski; foi ele quem lhe sugeriu que tomasse como modelo a batalha de Alexandre Nevski, de Eisenstein – e o cara dirige bem os atores do segundo, Denzel Washington e Ethan Hawke. Também acho Wahlberg um ator interessante, com bons filmes no currículo, especialmente os de Paul Thomas Anderson e James Gray. Estou acrescentando este post só para que vocês me digam – vale a pena ver Atirador? Gostaram? E, ah, sim. Fui pesquisar no IMDb a filmografia do ator, porque me deu um branco e eu não me lembrava do título do thriller deJames Gray que vi em Cannes, em maio – We Own the Night. Descobri que Mark Wahlberg filma atualmente The Happening, com M. Night Shyamalan, e tem outros dois filmes engatilhados. The Fighter será dirigido pelo Darren Aronofsky, de quem eu não gosto muito, sorry (sei que tem gente que é louca por Pi e Réquiem para Um Sonho). A surpresa é que a seqüência de uma Saída de Mestre (The Italian Job), que também será dirigida por F. Gary Gray e anunciada para 2009, será filmada… no Rio. Vai se chamar The Brazilian Job. Vocês sabiam disso?

Encontrou algum erro? Entre em contato