Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » Mórbida semelhança?

Cultura

Luiz Carlos Merten

07 Maio 2008 | 12h19

Acabo de ler os comentários de vocês sobre Bette Davis. Só para saberem – cheguei a escrever sobre ‘A Estranha Passageira’ e ‘Baleias de Agosto’, mas os posts estavam muito longos e não era possível falar sobre o primeiro sem fazer referência à cena famosa nem sobre o segundo sem comentários sobre Lilian Gish e Vincent Price que alongariam ainda mais os posts. Sorry, Profetizador, mas não entendi – censura? Vocês, alguns pelo menos, me esculhabam e eu não deleto comentário nenhum. Só deletei, em toda a história do blog, um comentário porque esculhambava com uma pessoa amiga, por quem tenho respeito, e aí não dá, né? Acusações sem prova, ainda por cima, ia virar uma baixaria do cão… Celdani me pede para fazer um paralelo entre ‘Speed Racer’ e ‘Carros’. Ambos têm a ver com certeza, mas os irmãos Wachowski fizeram outra coisa. Acabo de escrever minha crítica sobre o filme deles para o ‘Caderno 2’ e me impressiona ver como o novo filme, no limite, é sobre Andy e Larry. Já falei que há no filme uma cirurgia que cria uma situação trágica, irrevogável, sem volta possível e isso remete à vida dos irmãos, que sempre viveram à margem de Hollywood, nunca aparecendo e aí surgiu a notícia de que um deles (Larry?) fez uma cirurgia de troca de sexo. Como se chamava aquele compositor que trabalhava com o Kubrick – Walter Carlos? Ele também trocou de sexo. No caso dos Wachowski, acho – agora já estou delirando – que a coisa já vinha sendo anunciada. Lembram-se da Gloria Foster, que fazia a Oráculo? Ela morreu durante a produção de ‘Matrix Revolutions’ e no encontro da Trinity com a nova Oráculo, talvez para explicar a troca de atriz, havia um diálogo sobre identidade e mudança. Tem tudo a ver com o que ocorre agora (e com o que ocorreu na vida). Aliás, já era o tema de ‘Matrix’ (ou não?), a realidade é sempre mais importante do que a fantasia. Speed (Emile Hirsch) é o novo Neo? Cada vez que penso em ‘Speed Racer’ fico com mais perguntas na cabeça. mas foi Antônio Gonçalves Filho quem matou a charada. Fui perguntar ao Toninho se havia visto ‘Matrix’, ele respondeu que sim, e eu lhe disse que fosse ver também ‘Speed Racer’. Falei da tal mudança de sexo e de que como, por meio de outra cirurgia, os Wachowskis falam sobre eles (e sobre fraternidade) em ‘Speed Racer’. Toninho me deu a pérola – ‘Mas isso dava um filmaço do Cronenberg…’ Me caiu a ficha que já deu. Não sei se Andy e Larry são gêmeos, mas a mórbida semelhança deles com os de Cronenberg está agora, aqui, me perturbando.