Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » Miscelânea

Cultura

Luiz Carlos Merten

13 Dezembro 2010 | 09h32

Rui reclama – comentário em ‘Tetro’ -, se o problema era o saco de pipoca que me incomodava, por que acrescentar que o casal era gay? Não é casal, Rui, vamos ver corretos integralmente. É par. E acrescentei conscientemente, como provocação. Lembro-me de ter reclamado, naquela comédia horrorosa, ‘Um Parto de Viagem’ – tem gente que ama -, com Robert Downey Jr., que um casal de velhos não parava de falar (e comer) durante a sessão. Ninguém reclamou, nem o Rui, do ‘velhos’, por que será? Ainda sobre ‘Tetro’. Reencontrei hoje no elevador, quando fui tomar café na padaria, meu vizinho Rafael. Ele também foi ver ‘Tetro’ e amou. Disse que não entendia por que tanta gente não gosta do filme. É mesmo? No planeta Merten, todos gostamos. Mas o Rafael arriscou uma simplificação que achei bem legal – o filme é uma mistura de ‘O Selvagem da Motocicleta’ com ‘O Fundo do Coração’. Mas, na verdade, para sermos exatos, os outros dois filmes são desdobramentos de ‘Tetro’, pois esse foi um dos primeiros roteiros de Francis Ford Coppola, escrito há mais de 40 anos. Nenhum estúdio quis produzi-lo, o que ele fez agora, colocando dinheiro do vinho na concretização de seu velho sonho. Acho que isso ajudou a me tocar, no sentido de enternecer, da mesma forma que o fato de a morta no desfecho de ‘O Poderoso Chefão 3’ ser a filha de Coppola, Sofia, que faz aquele filme uma experiência tão intensa para mim. Sempre me pergunto se a cena, filmada com Winona Ryder, que seria a atriz, teria a mesma força destruidora? Para concluir o post, recebi um comunicado do fórum internacional dos festivais, que anuncia que ‘True Grit’, a nova versão – dos irmãos Coen, com Jeff Bridges -, poderá ser o filme de abertura do Festival de Berlim, em fevereiro. Assisti ao trailer e estou nos cascos, mesmo não sendo o maior fã dos Coens nem do próprio Jeff Bridges, que retoma o papel imortalizado por John Wayne (em ‘Bravura Indômita’, de Henry Hathaway). Nos últiomos anos, Ethan e Joel têm flertado com a paisagem do Oeste. Vamos logo ao western. Só pelo trailer, dá para arriscar que Bridges vai para o Oscar. Repetirá o prêmio de John Wayne? Bisará o próprio Oscar, que recebeu este ano? Em toda a história do prêmio, não são muitos os atores e atrizes que ganharam dois anos seguidos. Luise Rainer, Spencer Tracy e Katharine Hepburn – acho que só. Se estiver esquecendo de alguém, me ajudem a lembrar. Estou postando de casa. Daqui a pouco vou ver ‘Tron’ no Shopping Iguatemi. Não fazia sentido ir à Marginal para voltar. Ia perder tempo demais no trânsito.