Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » Miscelânea

Cultura

Luiz Carlos Merten

08 Outubro 2009 | 18h57

RIO – Meus dois últimos dias foram muito corridos e com 1001 matérias para redigir no Caderno 2, filmes para ver etc, Espero que tenham lido minhas entrevistas de hoje no jornal, com atrações anunciadas da Mostra. Leon Cakoff faz amanhã a coletiva de lançamento e eu aproveito para publicar meus textos com Ken Loach e Eric Cantona, do filme ‘Looking for Eric’, que abre o evento, e Theo Angelopoulos, o grande homenageado deste ano, com uma retrospectiva de seus filmes tão especiais. Para amanhã, novas entrevistas – Tarantino, Christoph Waltz e e Mélanie Laurent, sobre ‘Bastardos Inglórios’. Fui ver ontem o comecinho da gala de encerramento do Festival do Rio 2009. É sempre o maior agito, mas ontem estava chocha, sem Tarantino. Queria ver os cinco minutos que Walter Carvalho mostrou de seu filme sobre Raul Seixas. Me pareceu bem legal, mas vamos ter de esperar por 2010 para conferir. Começou o ‘Bastardos’ e eu vi um pouquinho, mais um pouquinho… Prometo escrever a sério sobre o filme. A propósito, levei um pau danado no post que intitulei ‘As verdes folhas do verão’. Faz parte, só não aceito o cretino que diz que eu censuro as participações de leitores. Eu? Só não pode esculhambar com palavrão, mas engolir sapos é o que não me tem faltado. O dia hoje foi chuvoso aqui no Rio. Molhei-me demais e até vim ao hotel para tomar um banho quente, para reanimar. O festival termina daqui a pouco. Quem leva o Redentor da Première Brasil de 2009? Por mim, a coisa se resolve entre ‘Natimorto’, de Paulo Machline, e ‘Viajo Porque Preciso…’, de Marcelo Gomes e Karim Ainouz. Vou cometer uma indiscrição. Tenho cá minhas fontes e uma delas me assegurou que boa parte do júri da Fipresci, que atribui o prêmio para o melhor filme latino, ficou encantada com o filme de Esmir Filho, ‘Os Famosos e os Duendes da Morte’. A tal fonte não quis me antecipar o resultado, mas achei que o Esmir gostaria de saber isso. Validando velhos comentários, encontrei um sobre Marge Champion. No post sobre o encontro com Branca de Neve, disse que conversei com ela sobre meu querido George Sidney. Sempre achei que Marge e Gower Champion estavam em ‘Showboat’, Barco das Ilusões, de Sidney, e por isso mesmo lhe fiz a pergunta. Ela própria me disse que não e um leitor agora me corrige. dizendo que, sim, trabalharam juntos e justamente em ‘Showboat’. Será que a velhinha viajou? Será que havia feito somente no teatro, na Broadway? Não – fizeram no cinema. Marge me pareceu tão lúcida. Será que não me entendeu? O post vai terminar com essa interrogação?