Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » Michael Mann

Cultura

Luiz Carlos Merten

10 Janeiro 2007 | 19h40

MONTEVIDEU – Na volta de Punta, a guia da excursao fez um desvio da rota e passou por Atlantida, porque eu queria mostrar ao grupo uma esquisitice art-deco que existe naquela praia, uma casa em forma de navio. Tem outra, mais bizarra ainda, em forma de aguia, que nao deu para visitar, por causa da hora. Mas, enfim, entramos em Atlantida, que eh uma cidade balnearia da qual gosto muito e ela, a guia, me disse que ali havia sido filmado Miami Vice. Sabia que Michael Mann havia filmado no Uruguai, mas sempre achei que fosse na regiao do porto de Montevideu, mas foi em Atlantida, cujas palmeiras acho que parecem com as da Florida. Faco a referencia soh como curiosidade e para acrescentar aquilo que quem me acompanha jah sabe – gosto demasis do Michael Mann. Do ponto de vista da ousadia tecnica e dramaturgica, acho que eh top de linha. E o engracado eh que foi o Scorsese que me chamou a atencao para o Michael Mann. Gosto de O Ultimo dos Moicanos, acho uma aventura legal, mas nunca dei muito valor a Fogo contra Fogo, com De Niro e Al Pacino, mas de tanto ouvir o Scorsese dizer que era um dos grandes filmes da historia de Hollywood comecei a prestar atencao no MM. Vieram depois O Informante, Ali e Colateral e eu realmente passei a achar que o cara era o melhor. Faco uma ponte maluca, coisa da minha cabeca, entre Colateral e Os Dias Sao Numerados, do Elio Petri – a ideia da morte, a ideia da morte no metro, no inicio, e a do Tom Cruise, no fim. Isso tambem ocorre no filme do Petri, com o personagem do Salvo Randone, mas a semelhanca vai alem disso. MM, como Petri, eh atraido por personagens sofistas e isso eh que faz de seu cinema algo raro em Hollywood, onde conceitos filosoficos nao sao o forte (por mais que especialistas estudem Matrix, por exemplo, aa luz da filosofia). Mas amo o MM, achei Miami Vice uma historia de amor, violencia e morte que me deixou siderado. E foi ali que ele filmou. No Uruguai, em Atlantida, cidade pela qual sou fascinado, com sua vegetacao que desce ateh quase o mar. Atlantida, que conheceu seu apogeu, segundo contam, nos anos 40 e 50 e hoje, decadente, tem um visual que pode ter servido também para partes supostamente desenroladas em Havana,