As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Meus dez mais (lista provisória)

Luiz Carlos Merten

31 Agosto 2017 | 09h33

Fui ver ontem Últimos Dias em Havana. Se o ano terminasse nesse 31 de agosto, o filme do cubano Fernando Pérez entrava para minha lista de melhores de 2017. Vamos ver como, ou se ela se mantém até o fim do ano. Três americanos, Dunkirk, Baby Driver e Paterson, com o melhor ator, Adam Driver. Um inglês, Além das Palavras, de Terence Davies, com Cynthia Nixon, a melhor atriz. O cubano. Talvez um francês, A Vida de Uma Mulher. E os restantes, brasileiros – Divinas Divas, Pitanga, Pobres Diabos e Corpo Elétrico. Amei o filme de Marcelo Caetano e fiquei muito feliz por seu grande ator e ele. Comparativamente, Corpo Elétrico está sendo um sucesso. Se é para ser transgressor, é bom transgredir com convicção. Meia boca, como Bingo, não dá. Fica muito cínico.