Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » Maury Chaykin

Cultura

Luiz Carlos Merten

28 Julho 2010 | 11h21

No sábado, dia 24, a Band reprisou à tarde ‘Dança com Lobos’. Gosto muito do filme de Kevin Costner, vocês sabem, mas ocorreu uma coisa curiosa. Na hora de redigir o verbete para os filmes na TV, do ‘Caderno 2’, fui ao guia do Leonard Maltin para coinferir nomes do elenco e duração. Encontrei o nome do Maury Chaykin e entrei na internet para conferir o nome do personagem dele, o major Fambrough, meio enlouquecido de solidão, que se mata logo no começo, quando o personagem de Costner está chegando ao Oeste, antes de seu contato com os índios. Até pensei com meus botões  Maury Chaykin é daqueles atores bons, condenados a uma carreira de coadjuvante. São tantos na história do cinema. Era bom ator, não é mais – Chaykin morreu ontem, em um hospital de Toronto, devido a complicações renais. Justamente ontem, completava 61 anos. Com dupla cidadania, norte-americano e canadense, Maury Chaykin fez filmes importantes e, só para constar, era um dos atores favoritos de Atom Egoyan, com quem trabalhou em ‘Exótica’, ‘O Doce Amanhã’ e ‘Adoration’. Ele fez muitas séries de TV e, atualmente, integrava o elenco de ‘Less than a Thief’. Em ‘Ensaio sobre a Cegueira’, de Fernando Meirelles, fazia um dos aliados de Gael García Bernal, que se autoproclanava rei de uma das alas na área de quarentena dos cegos.