As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Maravilhosa Mulher Maravilha

Luiz Carlos Merten

18 Junho 2017 | 13h29

Deixa que eu salvo o dia, você salva o planeta. A frase de Steve/Chris Pine para Diana de Themyscira/Gal Gadot coroa o monumento que é Mulher Maravilha. Wonder Woman! Havia um funcionário no arquivo do Estado, o Mimi, que era louco por ela, na versão Lynda Carter. Será que Mimi já viu a nova Mulher Maravilha? Gal Gadot? Em caso afirmativo,. deve estar no nirvana. By-bye, Lynda.A ex-Miss Israel é Isis Valverde empoderada. A sereia – ela salva Steve das águas – cuja identidade guarda um segredo A mãe lhe diz que ela foi feita de barro e que Zeus lhe insuflou a vida. Soprou, é? Patty Jenkins conseguiu. A primeira mulher a dirigir um filme de super-herói fez um superfilme de super-heroína. Criada entre mulheres, amazonas (Connie Nielsen e Robin Wright, poderosas), Diana cresce no temor a Ares, o deus da guerra que se voltou contra Zeus e fez uma chacina no Olimpo. Como derradeiro gesto, Zeus criou Temyscira. Se fosse musical, seria Bali-hai. A guerra, a 1.ª, chega a Themyscira quando Diana salva Steve das águas. Com ele, parte em busca de Ares. Existe um olhar feminino no universo DC? Nenhum homem filmaria daquele jeito a cena em que Diana surpreende Steve nu, após o banho. Conversam sobre… aquilo. Todos os homens são iguais? ‘Alguns, eu sou acima da média.’ Para desconversar, Steve, inesperadamente tímido, transfere a conversa para o relógio. Falam sobre o tempo, mas o tempo todo é… aquilo. ‘Eu não gostaria de ser governada…’ Pelo tempo, pelo pênis? A heroína feminista. Em outra cena, ela minimiza a importância do homem no gozo das mulheres. Lésbica? Em todo caso, aberta a experiências, pois vai para o quartinho do sótão com Styeve, que, para ser espião, tem de ter ‘um certo vigor’, como diz. Os deliciosos diálogos de Mulher Maravilha. Por maior que seja a contribuição de Patty Jenkins a essa aventura exuberante, não há como subestimar o papel dos produtores. Deborah e Zack Snyder. Quando Patty chegou, Gal já estava no projeto, escolhida por eles. Duas apostas – na ‘estrela’ e na diretora. Uau! A da atriz não foi menos decisiva.; ‘O ciunewma começa e se dilata na epiderme dos atores’, Michel Mourtlet. A estrutura narrativa de Mulher Maravilha retoma a de Superman – O Filme, o original de Richard Donner e o revival de Zack. A estrutura em três atos, começando em Themyscira, como Superman começava em Krypton – e com o visual de 300. Os mitos gregos, que o índio reconhece, ao aceitar Diana. Superman e Batman e Superman são tragédias – o pai, a mãe. Zack Snyder é grandioso, mas é soturno. Patty Jenkins traz para sua Mulher Maravilha algo do espírito brincalhão de Guardiões da Galáxia. Há algo de novo no universo dos super-heróis. Amei.