Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » Mais um!

Cultura

Luiz Carlos Merten

22 Março 2007 | 13h58

Disse que iam ser só três posts, mas aí fui ler os comentários de ontem e tenho de acrescentar mais um. Concordo – Férias de Amor, ou Picnic, do Joshua Logan, é de deixar até defunto em ponto de bala na cena do Moonglow. Quanto à comédia italiana, adoro Dino Risi e Monicelli – de quem a Versátil lançou Aquele Que Sabe Viver, Os Eternos Desconhecidos e O Incrível Exército de Brancaleone, entre outros -, mas, cada vez mais, quando penso nas comédias da bota, e elas são sempre tragicomédias, o que me vem é um velho e esquecido filme do Bolognini com Totò, A Casa Intolerante. Contemporâneo de O Teto, do De Sica, trata do problema da falta de moradia na Itália. É a história de uma família que se muda para uma casa, sem saber que ali funcionava um bordel. A filha, acho que era a Cristina Gajoni, um avião estilo Sophia Loren, Gina Lollobrigida e Claudia Cardinale jovens, passa a ser perseguida por todos os homens das redondezas e aí tem a cena final em que a mãe, Laura Adani, enxota todo mundo e restabelece o primado da família e da inviolabilidade do lar. É um desfecho conservador, se a gente for pensar em termos políticos, mas com uma emoção que a cena entrou, indelével, para o meu imaginário. Laura Adani – nunca esqueci o nome da atriz deste filme que vi na Sala Cinemateca, quando funcionava na Fradique Coutinho – termina fazendo uma banana e gritando ‘Arriangiatevi’ (Arranjem-se!), que é o título original do filme. Genial!

Encontrou algum erro? Entre em contato