Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » Mais felicidade

Cultura

Luiz Carlos Merten

04 Janeiro 2008 | 08h50

Preciso parar de postar, porque tenho de terminar um texto, ver um filme (‘O Garoto Cósmico’) e a minha tarde promete. Vou correr de um lado para outro, de tantas coisas que tenho de fazer – e em pontos distantes da cidade!). Mas, enfim, mais um postezinho. Intitulei ‘Le Bonheur’, por causa de ‘As Duas Faces da Felicidade’, e não só pos isso, o post anterior, sobre Agnès Varda. Me veio, como um raio, a lembrança de ‘A Felicidade’, de Alexandre Medvedkine, filme soviético dos anos 30 que é uma obra-prima de sátira (em pleno stalinismo!). Compreendo perfeitamente o entusiasmo dos coleguinhas da crítica por Eisenstein e Pudovkin. ‘O Encoraçado Potemkin’ e ‘A Mãe’ são certamente dois dos melhores filmes já feitos e as concepções de montagem de ambos seriam temas permanentes para este (ou qualquer outro) blog. Mas eu tenho de confessar uma coisa. Meus dois filmes soviéticos preferidos são ‘Felicidade’, do Medvedkine, e ‘Terra’, de Dovjenko. O assassinato do cara na estrada, o enterro, o desespero da noiva (nua), os girassóis da Ucrânia Deus, que ‘Terra’ (Zemlya) é um filme lindo!