Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » Lumet, de novo

Cultura

Luiz Carlos Merten

07 Junho 2008 | 10h13

Sim, João, eu sei que working class em português é classe operária, mas já que estava falando em Albert Finney no free cinema quis fazer uma private joke, perdão, uma piadinha pessoal. Sorry, aliás, perdão, se isso pareceu muito colonizado. Felipe Brida cita outros filmes de Sidney Lumet que omiti no post, Até pensei em acrescentar ‘Um Dia de Cão’ e ‘O Veredito’, que são bons, especialmente o primeiro. Não sei mais por quê deixei de fora. De qualquer maneira, acho que os filmes citados, mais esses, sinalizam para uma preferência do Lumet pelo gênero policial, ou para uma preferênia minha pelo policial, na carreira dele. Sobre ‘Equus’, não posso falar. Nunca mais (re)vi o filme. Na época, no começo dos 80, achei que era o mais teatral dos filmes de teatro de Lumet, aqueles que ele adaptou de peças. Paradoxalmente, lembro-me de que gostei bastante (teria de ver de novo). E o Burton era estupendo.