Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » Loucos por pirâmides

Cultura

Luiz Carlos Merten

18 Setembro 2007 | 13h46

Estou louco para ver a Cleópatra de Bressane, e mais ainda agora que reencontrei amigos de todo o mundo em Los Angeles e todos os que estavam em Veneza vieram comentar comigo a ousadia do diretor. O filme deve ter tanta coisa para se discutir. Afinal, é de Bressane, o mais erudito dos diretores brasileiros (quiçá do mundo). Mas a canalhice dos comentários foi tipicamente masculina. Está todo mundo siderado com o close que ele dá nas partes íntimas de Alessandra Negrini, concentrado-se no triângulo pubiano, que inverte para transformá-lo numa… pirâmide! Não é mole este Bressane. Não me impressionei muito com Filme de Amor, porque, a despeito de coisas deslumbrantes, achei o filme muito pudico. Quem sabe agora?