Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » Kubrick!

Cultura

Luiz Carlos Merten

19 Maio 2011 | 19h47

CANNES – Já contei aqui no blog que, por maior que seja minha admiração por Stanley Kubric, sempre tive problemas com um filme dele, e era ‘Laranja Mecânica’. A maioria de vocês aindas nem era nascida, ‘A Clockwork Orange’ estava proibido no Brasil pelos militares e eu fui vê-lo no Uruguai, onde estava liberado. Mas ocorre que o filme ainda estava em pré-estreia, às 11 ou meia-noite e eu fui ver dois filmes antes. Um era o ‘Jeremiah Johnson’, do Sydney Pollack, e o outro, ‘El Chacal de Nahueltoro’, de Miguel Littin. Confesso que gostei tanto do ‘Chacal’ que quando vi o Kubrick meu sentimento foi de frustração, ou quase, tipo ‘Mas é só isso?’ Vi depois o filme, quando foi liberado no Brasil, e tinha aquelas ridículas bolinhas pretas que saltavam na tela, tapando o sexo dos personagens. Hoje, 40 anos depois – 40! -, reconciliei-me com ‘Laranja Mecânica’. É um puta filme, visionário, adiante de sua época. É melhor do que quase tudo que vi em Cannes, na competição. A Warner está por trás da restauração. Só gostaria muito que o Vinicius, ou quem quer que seja, comentasse aqui se ‘A Laranja Mecânica’, nessa nova versão, vai voltar aos cinemas. De volta ao Brasil, fico uma semana em Paris, fazendo entrevistas num evento d cinema francês. Espero poder assistir ao evento Kubrick no Beaubourg, não só a exposição de fotos, que Veneza já sediou, mas também a retrospectiva completa. Qual Kubrick gostaria de (re)ver? Acho que ‘Barry Lindon’, Faz tanto tempo que vi o filme. A idade cai bem ns obras que o tempo respeita. No caso de Kubrick, os 40 anos, para mim, melhoraram a ‘Laranja’. Agora, finalmente, ela stá madura, ou eu estou maduro para ela.