Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » Karim e Marcelo em Veneza

Cultura

Luiz Carlos Merten

30 Julho 2009 | 13h06

Existem filmes que se tornam míticos para a gente. Integrei há algunms anos uma comissão da Petrobrás que aprovou verbas, entre outros filmes, para o longa de Ana Luiza Azevedo que concorreu – e foi premiado – no recente Festival de Paulínia, e também para um projeto meio documentário de Karim Aïnouz e Marcelo Gomes que foi difícil de defender, porque era o típico filme sem roteiro e esses concursos, ao contrário da bandalheira geral, buscam garantias de que o filme será feito, com chances de ser bom, e o roteiro é sempre um trunfo neste sentido (ou pelo menos considerado como tal). Estou recebendo agora a informação de que ‘Viajo Porque Preciso, Volto Porque Te Amo’, como foi rebatizado, foi selecionado para a mostra Orizzonte, do próximo Festival de Veneza. Teremos, portanto, pelo menos dois filmes brasileiros no Lido, porque minhas fontes garantem que o longa de estreia do Felipe Hirsch, com Leonardo Medeiros, também foi selecionado. Tenho o maior respeito por Karim Aïnouz e Marcelo Gomes. Adoro ‘O Céu de Sueli’ e ‘Cinema, Aspirinas e Urubus’. Vi parte da minissérie ‘Alice’, que criaram para a HBO, e achei bem legal, embora não tenha me sentido tentado a não perder nenhum episódio. O título já me apanhou (mas não estou fazendo crítica de título). ‘Viajo Porque Preciso, Volto Porque Te Amo’… Sugestivo, não?

Encontrou algum erro? Entre em contato