Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » Isso eh Hollywood!

Cultura

Luiz Carlos Merten

05 Maio 2011 | 18h39

LOS ANGELES – `Naoh eh minha culpa.` Depois de 20 anos de carreira, e de fracassos (faillures), Johnny Depp naoh sabe explicar como e por que `Piratas do Caribe` virou uma das franquias de maior sucesso da historia do cinema, tendo faturado, nos primeiros tres filmes, US$ 2,6 bilhoes no mundo todo. `Fiz tudo do mesmo jeito, o processo naoh mudou em nada`, ele acrescentou na coletiva de `Piratas 4`, realizada hah pouco num hotel de luxo aqui de Los Angeles. No original, o filme chama-se `In Stranger Tides`  e no Brasil vai ficar `Navegando em Aguas Misteriosas`, ou coisa que o valha. `Piratas 4` estreia dia 20 nos EUA. Antes disso, passa no Festival de Cannes, numa sessaoh especial. Johnny Depp considera o Capitaoh Jack Sparrow um personagem de potencial inesgotavel. `Hah muita coisa que ainda se pode fazer, e que gostaria de fazer com ele.` No quarto filme da serie, Penelope Cruz junta-se aa trama, como uma pirata (Angelica) que acompanha, e na verdade impusiona, o Capitaoh Sparrow na busca da fonte da eterna juventude de Ponce de Leon. Penelope foi uma ideia de Rob Marshall, que substitui Gore Verbinski, diretor da primeira trilogia. `Para mim, Penelope naoh eh uma atriz espanhola, mas uma estrela internacional`, ele disse, e sabe sobre o que fala, pois jah a havia dirigido em `Nine`. Marshall deixa subentendido que, com Johnny Depp e Penelope Cruz, se pode fazer tudo em cena. A primeira cena de ambos eh um duelo de espada que tambem oferece uma das coreografias mais malucas que o publico jah viu num filme de pirataria, ou de capa e espada. E hah um detalhe que transforma essa luta num jogo de espelhos, mas eh bom naoh avancar na explicacao porque ainda existe embargo e naoh se pode falar muito no filme. Depp e Penelope jah haviam trabalhado juntos hah mais de dez anos em `Blow`, um filme sobre o trafico de drogas. `Quando nos reencontramos, foi como se este periodo naoh tivesse se passado`, palavra de Johnny Depp. A serie `Piratas` vai continuar? Muito provavelmente, sim. Mais do que pelos numeros fantasticos, o produtor Jerry Bruckheimer reafgirmou que o publico, nos tres primeiros filmes, enviou uma clara mensagem – queria mais Jack Sparrow. Ele naoh duvida que o quarto filme marque um recomeco, com o desaparecimento de alguns persionagens (Keyra Knightley e Orlando Bloom) e o surgimento de outros. Johnny Depp, talvez pela convivencia com Tim Burton, faz o genero `sem teto chique`. Ele se veste meio esculachado, mas eh tudo de grife. Penelope estah exuberante. Ele ainda deve estar amamentando seu bebeh, porque o seio eh farto e o decorte naoh deixa mentir. E e3la eh engracada. Diz que quando lhe disseram que uma praia seria construida no estudio, ela naoh presrtou muita atencao, ou achou que seu ingles deficioente a fizera entender mal. Mas depois de filmar em Porto Rico e no Havaih, ela entrou no estudio, em Hollywood, e havia uma praia igualzinha aas que havia deixado. `Isso eh maluco, isso eh Hollywood`, ela define. Justamente a maluquice – Johnny Depp fala de `madness`, loucura, a proposito de Jack Sparrow. Por isso mesmo, eh um personagem que espera continuar interpretando por muito tempo ainda. E voltar a dirigir? `No thanks`. Basta uma vez – sua unica experiencia como diretor, `The Brave`, apesar de Marlon Brando, era muito ruim. Tudo isso ficou para tras, Johnny Depp, o ator fetiche de Tim Burton, despediu-se do fracasso e hoje navega nas aguas do sucesso.

Encontrou algum erro? Entre em contato