Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » Heath Ledger?

Cultura

Luiz Carlos Merten

22 Janeiro 2008 | 23h05

Um amigo ligou para o celular da minha filha – estávamos jantando, num árabe aqui de Copacabana -, dizendo que Heath Ledger tinha morrido. Se eu quisesse detalhes, era só entrar no portal do Estado. Heath Ledger foi encontrado morto no apartamento da namorada, em Nova York. Tinha 28 anos. Segundo li, há suspeita de que tenha morrido de overdose, embora a polícia esteja sendo cautelosa, à espera do laudo médico. Há dois anos o entrevistei em Berlim, por ‘Candy’, filme australiano de Neil Armfeld, sobre um casal de drogados. Heath estava em plena turnê promocional de ‘O Segredo de Brokeback Mountain’, mas deu algumas entrevistas em Berlim e eu consegui entrar num grupo enorme, que parecia mini-coletiva. Ele foi simpático – estava no auge – e fez um discurso antijunkie que, pelo visto, não tinha respaldo na realidade. Mas vá lá saber o que se passa(va) na cabeça de Heath Ledger ou de qualquer pessoa? Acho que ele estava muito legal em ‘Brokeback Mountain’, mas confesso que gosto mais de Heath Ledger em filmes menos ‘autorais’ que o do Ang Lee (e que nem são bons, pelo menos do ponto de vista da ‘crítica’). Lembram-se dele em ‘O Patriota’, de Roland Emmerich, como filho de Mel Gibson? Ou então como o cavaleiro medieval daquela fantasia de Brian Helgeland que terminava ao som de ‘We’re the Campions’, quando Heath, na pele do lacaio, ganhava a vitória na liça? Ou ainda como o Casanova de Lasse Hallstrom? Ou como um dos irmãos Grimm de Terry Gilliam? Gostava do Heath Ledger e estava louco para vê-lo como o Coringa do novo Batman, ‘The Dark Knight’ Já li coisas dizendo que é uma criação mais extraordinária do que a do Jack Nicholson no primeiro Homem-Morcego do Tim Burton. O cara era jovem, talentoso, bonitão. Tinha um mundo pela frente. Tanto ainda para viver… Confesso que essas mortes prematuras me abalam.

Encontrou algum erro? Entre em contato