Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » Garbo e Hitchcock no TCM

Cultura

Luiz Carlos Merten

06 Setembro 2007 | 14h02

Preciso voltar às minhas matérias do dia, no Caderno 2, mas antes quero preparar futuros posts. Recebi agora um envelope do canal TCM com uma informação atrasada e outra antecipada. A atrasada diz que o canal de clássicos de Hollywood homenageia Alfred Hitchcock, exibindo diversos filmes do autor que encarnou, entre outros paradoxos, o de ser um cineasta experimental que trabalhava na produção comercial. A homenagem começou na terça, dia 4, com o documentário The Man Who Made the Movies – Alfred Hitchcock e A Sombra de Uma Dúvida. Vai prosseguir durante todo o mês de setembro. No sábado, dia 8, com Festim Diabólico (às 22 h) e Os Pássaros (às 23h25). No dia 11, a partir das 22 horas, o canal exibe Sabotador e Frenesi. Dia 15, também às 22 h, Intriga Internacional. E por aí vaí. The Man Who Made the Movies terá nova exibição dia 14, à 0h20, e no dia 18 será transmitido outro especial, à 0h05, O Gênio por Trás do Showman. Outra homenagem será prestada a Greta garbo, mas esta eu antecipo – será somente no dia 17. Às 20h30 daquele dia, o TCM vai exibir o documentário Garbo, de Kevin Brownlown, que será precedido por Ninotchka, às 16h40, e por A Dama das Camélias, às 18h35. Logo após Garbo, o TCM mostra Grande Hotel, às 22 h. Confesso que não sei se se trata de alguma data redonda, teria de pesquisar. Garbo, de qualquer maneira, foi e ainda é um dos maiores mitos da tela. Alguns de seus filmes, como Rainha Cristina, que analiso em meu livro Cinema – Entre a Realidade e o Artifício, e A Dama das Camélias tocam o sublime. Cenas como a de Garbo olhando o vazio no convés do navio, no desfecho do primeiro, e a morte de Camille, no segundo, fazem parte das minhas emoções inesquecíveis no cinema.

Encontrou algum erro? Entre em contato