As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Festival de Gramado (10)/Revelando os Brasis

Luiz Carlos Merten

23 Agosto 2017 | 18h42

GRAMADO – Tinha uma entrevista hoje pela manhã, bem cedo – 8h30 -, com Walter Carvalho, por telefone. Falamos sobre Um Filme de Cinema, seu belo documentário em que entrevista grandes diretores e que estreia amanhã. Na sequência, nem tomei café e corri ao palácio dos festivais para ver – às 9, ainda bem que atrasou um pouco – Sobre Rodas, de Mauro D’Addio, na Mostra Infantil. Encontrei o Mauro no outro dia – ele me encontrou – e o Mauro disse que gostaria muito que visse seu filme. Fui, e gostei. Um garoto que vira cadeirante. É revoltado – obviamente, e uso a palavra porque surgiu num debate -, mas encontra essa garota. Ela é superafável, mas lá no fundo sofre porque o pai sumiu no mundo. Partem os dois em busca do pai dela. O filme é Como Eu Era Antes de Você mais leve. Sem o desfecho pesado do direito à morte do filme gringo. O garoto muda, e a transformação passa pela ternura e compreensão da menina. Não falei com o Mauro no final da sessão. Espero encontrá-lo para saber um pouco sobre a vida desse filme. Sobre Rodas é outro filme que possui um encanto frágil, especial. Como muitos curtas e longas que temos visto aqui, revela o Brasil interiorano, rural. E fala de afeto, um tema recorrente. É, a se julgar pelo que andamos vendo – na realidade e na tela -, o que pode nos salvar.