Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » Feliz Natal!

Cultura

Luiz Carlos Merten

24 Dezembro 2011 | 23h48

PORTO ALEGRE – Nem indiquei a procedência de meu post anterior, sobre ‘M. Klein’. Escrevi-o daqui de Porto, onde cheguei na quinta à noite, depois de horas de aeroporto, por conta da paralisação dos aeroviários. Saí de casa às 13h30, cheguei aqui às 8 da noite e ainda tivemos de esperar quase 40 minutos dentro do avião pousado porque não havia vaga  nos portões. Estou colocando no plural – chegamos, esperamos. Vim com a Lúcia, minha filha. ontem, foi o aniversário da mãe dela, minha ex, a Doris. É de não acreditar. Esfriou hoje, o dia inteiro o céu esteve plúmbeo. Choveu. Mais parecia inverno. Fui ver ‘Os Imortais’, com o novo Superman, Henry Cavill. Eta, filme ruim, ‘Os Imortais’, não o Superman, cujo set visitei em Chicago, encontrando o próprio Cavill, com quem tirei foto, mas tudo isso ainda está interditado. Só será possível falar do filme em meados do ano que vem, a nove ou dez meses da estreia – em maio de 2013! Nem tive tempo de contar para vocês, mas tenho feito entrevistas bem interessantes pelo telefone – com o diretor de ‘The Help’, Caminhos Cruzados, com a diretora de ‘Tomboy’. Ainda devo para vocês posts sobre ‘Millenium’, o novo David Fincher, incluindo as entrevistas com o diretor, com Daniel Craig, com Rooney Mara, que faz a protagonista feminina, e com Stellan Skarsgaard, que confirmou que vai fazer o filme pornô de Lars Von Trier no começo do ano. Ele imita o autor dinamarquês de forma muito divertida. Lars disse a Stellan que ele vai aparecer nu durante boa parte do filme, não vai comer ninguém e o pênis vai estar floppy. Stellan conta tudo isso rindo. Tenho de acrescentar que gostei – muito – de ‘Cavalo de Guerra’, de Steven Spielberg, que vi na quarta-feira pela manhã.  Na saída, estava em êxtase, enquanto a maioria dos coleguinhas estava blasé. Um achou comprido, o outro, sentimental. Eu achei uma epopeia fordiana, e com cenas de cortar o fôlego, embora o desfecho, celebrando a volta ao lar, seja calcado em ‘…E o Vento Levou’. Prometo voltar a tudo isso, mas agora, e por mais piegas que seja o apelo natalino, quase sempre, ou sempre associado ao consumo, quero desejar a todos os amigos um feliz Natal com muito cinema. Tanta coisa para ver nos cinemas ou em DVD. Uma das melhores, a melhor?, bem pode ser o DVD de ‘La Rupture’, Trágica Separação, um grande Claude Chabrol, com Stéphane Audran. É outro filme ao qual prometo voltar.