Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » FAMÍLIA RODANTE

Cultura

Luiz Carlos Merten

12 Setembro 2006 | 13h36

Pode ser que a dupla de diretores Jonathan Dayton e Valerie Faris não tenha visto Família Rodante, mas você, ao assistir ao filme que estréia dia 20 de outubro com certeza vai se lembrar do de Pablo Trapero. Dayton e Valerie ganharam ontem o prêmio de melhor filme no Festival de Cinema Norte-Americano de Deauville, na França. No Brasil, o filme deles, Pequena Miss Sunchine, vai ser distribuído pela Fox, que traz a atriz Abigail Breslin para a pré-estréia que será realizada dia 23, no Cine Odeon, no quadro do Festival do Rio. Abigail é uma graça. Faz a garotinha, Olive, que participa do concurso de Miss Sunchine. A família é totalmente disfuncional, como a do filme do argentino Trapero. Caem na estrada numa van caindo aos pedaços e que serve de metáfora para a própria família que está a ponto de se desintegrar. Pode anotar aí: Pequena Miss Sunchine é muito legal. Greg Kinnear e Toni Colette estão no elenco, mas o filme é de Abigail. Na grande cena do concurso, ela tem de apresentar um número de sua escolha. As outras meninas, todas meio Barbies, meio Xuxas, representam caricaturas de mulherzinhas. Abigail faz um striptease. É mais do que simplesmente divertido. Jonathan Dayton e Valerie Faris escancaram o kitsch da América (como eles gostam de chamar) suburbana.