Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » E o primeiro NÃO foi John Ford

Cultura

Luiz Carlos Merten

15 Setembro 2009 | 01h11

Entre 1938 e 61, John Ford realizou nove filmes em Monument Valley. Os mais famosos são dois marcos na história do western – ‘No Tempo das Diligências’ e ‘Rastros de Ódio’, de 1939 e 56. Até por isso, Monument Valley ficou conhecida como ‘a região de John Ford’, mas não foi ele quem a descobriu nem colocou ali a primeira câmera. O pioneiro foi George B. Seitz, que em 1925 dirigiu ‘The Vanishing American’, mas o filme permaneceu como uma iniciativa isolada até que Harry Goulding trouxesse a indústria de Hollywood para o vale. Esse Goulding até hoje dá nome ao ‘Goulding Store’, que fica na porta de entrada para Tribal Park, a reserva navajo também chamada de Monument Valley. Goulding chegou à área em 1920, quando o acesso à região só se fazia a pé, ou a cavalo. Harry chegou com a mulher, a quem chamava de Mike, e ali se estabeleceu como criador de ovelhas. Em 1929, o crack da Bolsa colocou seu negócio em perigo e Goulding passou quase que toda a década seguinte buscando alternativas para ele (e para os índios). Em 1938, informado de que John Ford ia fazer ‘No Tempo das Diligências’, ele bateu na porta do estúdio RKO com um portfólio de fotos documentando a exuberância do lugar. O resto é história. John Ford filmou ‘Stagecoach’ (No Tempo das…) em Monument Valley, onde também fez ‘Sangue de Herois’, ‘Legião Invencível’, ‘Rastros de Ódio’ e ‘Audazes e Malditos’ (Sargeant Rutledge). No Mohab, ali perto, dirigiu ‘Caravana de Bravos’ e ‘Rio Bravo’. Nas suas pegadas vieram Stanley Kubrick (‘2001’), Ridley Scott (‘Thelma e Louise’) e até Steven Spielberg (‘Indiana Jones e a Última Cruzada’). O forte de ‘Legião…’ (She Wore a Yellow Ribbon) e o ataque dos índios à diligência foi filmado exatamente no mesmo local, com as três elevações ao fundo (East e West Mitten e Mitten Butte) e os índios localizados na elevação onde hoje se ergue o Hotel View. Só como curiosidade, Michael Curtiz também filmou por ali ‘Os Comancheros’ e até Gordon Douglas construiu a cidadela do general Tyree (Edmond O’Brien), de ‘Rio Conchos’ naquela zona. Monument Valley não impressiona só pela geografia, pela extensão plana na qual emergem, abruptamente, as elevações. Aliás, os geólogos garantem que elas surgiram de repente, impulsionadas para cima por movimentos internos da Terra. Isso tudo impressiona, repito, mas a mágica vem de um clima particular. Monument Valley era território sagrado dos navajos. Basta pisar ali para perceber – captar? – algo mágico naquele solo.