Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » E o Oscar vai para… quem?

Cultura

Luiz Carlos Merten

24 Janeiro 2012 | 13h54

TIRADENTES – Tive de fazer uma pausa nas minhas atividades aqui – o que significa que perdi os debates com os realizadores dos curtas e longas de ontem – para fazer a capa de amanhã do ‘Caderno 2’, com os indicados para o Oscar. Como já era esperado, ‘A Invenção de Hugo Cabret’ e ‘O Artista’, respectivamente com 11 e 10, lideram as indicações. Como jornalista de cinema, não posso deixar de ver nisso uma tendência. São filmes que dialogam entre si, mas numa inversão. O francês conta a história da decadência de um astro de Hollywood no período silencioso. O norte-americano mostra a redescoberta de um pioneiro francês. Mais cruzados, impossível. O filme francês é em preto e branco, não tem diálogos, como se fosse um filme primitivo. O norte-americano é uma celebração das novas tecnologias, incluindo o 3-D. O que isso significa? Hollywood está se voltando para um cinema que já era, o mudo, no momento em que a película, o celulóide, também é colocado em xeque e ‘Cahiers du Cinéma’ decreta a consolidação da era digital. Muito interessante. Outra constatação – a lista de nove indicados para melhor filme destaca tramas humanos e projetos autorais, uma espécie de terceira via hollywoodiana. O cinema de autor está em alta, até em Hollywood. Terrence Malick ganhou suas indicações para melhor filme e direção. Woody Allen concorre a melhor filme, diretor e roteiro, por ‘Meia-Noite em Paris’. O iraniano Asghar Farhadi concorre a melhor roteiro e a melhor filme estrangeiro, por ‘A Separação’. Neste sentido, estou constatando, não aplaudindo, o Oscar 2012 já tem um perdedor. ‘Cavalo de Guerra’ foi indicado para melhor filme, ‘As Aventuras de Tintim’ sequer foi indicado para melhor animação (categoria que venceu no Globo de Ouro). Vocês sabem que eu amo ‘Cavalo’, mas Spielberg já é o derrotado desta edição. Foi defenestrado na disputa pela estatueta de direção. Sobre Scorsese, a última vez que ele liderou as indicações, por ‘Gangues de Nova York’, foi um fiasco. O filme ganhou um ou dois prêmios técnicos, para que Scorsese e sua trupe não saíssem de mãos abanando. Ele repetirá a dose? Gostei de ‘Hugo Cabret’, mas neste momento, se tivesse de escolher, meu Oscar iria para… ‘O Artista’. Em Cannes, no ano passado, Elaine Guerini e eu já apostávamos no filme para o Oscar. George Clooney vai ser o melhor ator? Gosto dele e até acho que tem seu melhor papel em ‘Os Descendentes’, mas nem Clooney consegue ser melhor que Jean Dujardin. Uns segundinhos de incorreção – todas as mulheres vão fazer fila (as bibas não têm chance) na expectativa de ser ‘abatidas’ pelo agente 0SS 117. O cara é, perdão, f…

Encontrou algum erro? Entre em contato