Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » ‘Descontinuado’

Cultura

Luiz Carlos Merten

23 Junho 2008 | 12h43

Henrique me pede uma fotinho, pelo amor de Deus. Não foto minha, claro, foto no blog. Sorry, Henrique, mas este pedido não vou atender. Afinal, por princípio e conceito, este é um blog de texto, e pode até ser o único em toda a internet. Imagem, inclusive imagens, no plural, vocês encontram em outros lugares, com toda facilidade. Aqui, não. Sou cabeça dura, admito, mas foto no blog e celular são duas coisas em que me incluo fora delas. A propósito, vou contar duas historinhas rápidas. Estava no sábado com uma assessora, no Rio, a Kátia, da Belém Com. Kátia me perguntava como era possível viver sem celular, até porque na meia hora em que estivemos juntos ela teve de atender a ‘N’ telefonemas. Kátia me perguntou o que faço, quando preciso falar urgente com alguém. Faço até entrevistas internacionais no orelhão. Ses você passarem por um e me ouvirem falar inglês, ou francês, ou italiano, ou espanhol, já sabem – estou fazendo entrevistas no exterior. Faz parte do meu marketing, como não gravar as entrevistas, mas a verdade é muito mais simples. Aprendi o básico na minha vida, em termos de tecnologia. Sei usar o notebook, o DVD – até o notebook para ver DVD! Mas, se existem coisas de que posso abrir mão, eu abro, porque vivo muito bem sem elas. O que me leva à outra história. Um amigo comentou outro dia o meu caso num almoço em família. Ele tem um irmão poderoso numa dessas multinacionais. O irmão perguntou – como assim, ele não tem celular? E acrescentou. Na empresa em que ele trabalha, isso seria motivo para eu ser ‘descontinuado’. Não gostei da idéia, mas adorei o termo. ‘Descontinuado’, demitido. OK – se me ameaçarem com demissão, eu até porto celular. Difícil, vai ser tomar a iniciativa de usá-lo, mas pelo menos vou receber as ligações.

Encontrou algum erro? Entre em contato