Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » ‘Crepúsculo de Uma Raça’

Cultura

Luiz Carlos Merten

22 Fevereiro 2009 | 21h02

Volto correndo a Ricardo Montalbán. Fui conferir a grafia do nome dele no ‘Movie Guide’ de Leonard Maltin e, como previa, Montalban, em Hollywood, era sem acento. Só que encontrei, no verbete de ‘Cheyenne Autumn’ – e não ‘Cheyenne’s’, como vinha escrevendo -, uma informação interessante. Os infortúnios de Ford começaram quando projeções de teste revelaram que o público não conseguia entender o jogo de pôquer dentro de um filme, de resto, tão fúnebre. A Warner cortou o jogo, o diretor protestou. Foi o último western de Ford e a cena só foi reanexada na versão restaurada de vídeo, informa Maltin. Isso pode ter ocorrido nos EUA, porque tenho certeza de que havia a cena quando o filme foi lançado no Brasil. São os dois momentos que eu não esqueço de ‘Crepúsculo de Uma Raça’. O jogo e o rosto do secretário do Interior, Edward G. Robinson, refletido no retrato de Abraham Lincoln, uma imagem (muito) fordiana.

Encontrou algum erro? Entre em contato