Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » Clint presidente

Cultura

Luiz Carlos Merten

20 Maio 2008 | 13h19

CANNES – Logo depois de `The Exchange` – e da coletiva de Clint Eastwood e Angelina Jolie -, houve a sessão de `Maradona Kusturica`, seguida pelo debate sobre o filme, em presença do diretor Emir Kusturica e do camisa 10 argentino. Não me entusiasmei muito com o filme de Clint, já disse,mas achei curiosa uma coisa que ele disse, explicando por que um homem na sua posição ainda vem a Cannes arriscar na competição. Ele disse que o importante não é competir, mas participar deste grande encontro que é uma festa de cinéfilos, etc e tal. Baboseiras – o curioso foi a confissão de que todio prêmio é sempre relatrivo, como a verdade que ele focaliza em ‘The Exchange’. Por exemplo, no ano em que Clint presidiu o júri aqui em Cannes, ele tinha um favorito, mas se rendeu aos demais jurados que cerraram fileiras em torno do que terminou sendo o vencedor da Palma de Ouro. Ia pesquisar, mas estou na corrida e não tenho tempo. Quem ganhou a Palma no ano em que Clint presidiu o júri? Imagino que o favorito do presidente foi o filme que ganhou o prêmio de direção ou o especial do júri. Informem-me, por favor, ou esperem pelo dia em que eu estiver mais livre para pesquisar. Quanto a ‘Maradona Kusturica’, vamos ao próximo post.