Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » Cinema Reserve

Cultura

Luiz Carlos Merten

12 Setembro 2008 | 16h10

Acabo de receber da Fox dois títulos de sua coleção Cinema Reserve – dois clássicos que me chegam como presentes de aniversário. Um é a ‘Cleópatra’ do Mankiewicz, que é tão erudita – senão mais… – que a do Bressane e com a vantagem de que Elizabeth Taylor é mais bonita e dramaticamente mais expressiva do que Alessandra Negrini. O outro é ‘O Mais Longo dos Dias’, que eu acho um superfilme de guerra, adaptado pelo produtor Darryl Zanuck do livro de Cornelius Ryan. Zanuck comandou um batalhão de artistas, diretores e técnicos na reconstituição do desembarque aliado na Normandia, no dia D. Tenho para mim que o Spielberg viu direitinho ‘The Longest Day’ antes de fazer ‘O Resgate do Soldado Ryan’, e tomou o filme antigo como modelo para o dele. Acho muito bacana que, num filme que se assemelha a um docudrama, a um documentário reconstituído, os roteiristas ou o Zanuck – já que é difícil falar num diretor, pois foram três: Bernard Wicki, Ken Annakin e Andrew Marton –, trabalhando com estereótipos, tenham criado três personagens para definir diferentes atitudes perante a guerra – o soldado-guerreiro, John Wayne, que leva o combate adiante; o soldado-burocrata, Henry Fonda, que expressa o lado empresarial da operação militar; e o soldado/hamletiano, Richard Burton, cujo dilaceramentro interior é o estopim para refletir a guerra como tragédia. A tal coleção Cinema Reserve tem embalagens muito elegantes e os DVDs vêm cheios de extras. Não estou fazendo comercial, não, mas tenho certeza de que cinéfilo de carteirinha vai adorar ganhar (ou dar de presente).

Encontrou algum erro? Entre em contato