Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » Cannes Classics

Cultura

Luiz Carlos Merten

29 Abril 2010 | 09h36

RECIFE – Antes das notícias do dia do Cine PE, quero repassar para vocês algumas informações. No fim de semana, havia encontrado Hector Babenco no teatro – ‘Cinema’, pode ser por causa do tema, mas foi a montagem de Felipe Hirsch que mais me agradou – e ele me antecipara que ‘O Beijo da Mulher Aranha’, que completa 25 anos, vai abrir a seção Cannes Classics. Na segunda, recebi o e-mail da próp´ria Chrisdtine Aimé, dando conta do que será a mostra de Cannes Classics deste ano. Além da ‘Mulher Aranha’, em presença da equipe, teremos uma nova versão restaurada de ‘O Leopardo’, de Luchino Visconti, e outra de… ‘Uma Aventura na África’, de John Huston, com a dupla cult, Humphrey Bogart e Katharine Hepburn, e que será apresentada – a sessão – por Anjelica Huston. ‘Tristana’, de Luis Buñuel, ganha nova roupagem e a sessãso será apresentada pela própria Bela da Tarde, Catherine Deneuve, mas tem mais – ‘Psicose’, de Alfred Hitchcock; ‘Boudu Salvo das Águas’, de Jean Renoir, com o acréscimo de uma cena inteira, que havia sido cortada na época; ‘Kandahar’, de Mrinal Sen, filme mítico do cinema indiano, sobre o qual ouço falar há quase 30 anos; ‘O Tambor’, de Volker Schlondorff, numa versão remontada (director’s cut) e apresentada pelo cineasta etc. A seleção de Cannes Classics promete e eu trato sempre de ver o maior número de filmes possível, mas sempre penso que um dia teria de ir a Cannes só pelos clássicos restaurados. Já estou nos cascos, antecipando a felicidade de ver tantos grandes filmes.