Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » Billy Bob

Cultura

Luiz Carlos Merten

13 Fevereiro 2012 | 20h21

BERLIM – E o Urso de Ouro vai para… Billy Bob Thornton? Jayne Mansfields Car estah sendo para mim, com o filme dos Taviani – Cesare Deve Morire -, a grande surpresa desse festival. Mas vamos por partes. Tive hoje um dia pleno aqui na Berlinale – boas entrevistas, bons filmes. Mas logo pela manhah minha sensacaoh era de estar imerso num pesadelo, do qual naoh conseguia sair. Assisti a apenas 40 minutos do primeiro filme da manhah, La Fille en Haut, de Ursula Meier. Tive de sair para ver uma projecaoh especial de Young Adult, condicaoh para entrevistar o diretor Jason Reitman. Por conta dessa exibicaoh, perdi o segundo longa de hoje da competicaoh, justamente o de Billy Bob Thornton. Mal terminou o filme de Reitman – com Charlize Theron -, corri para o Palast para entrevistar os Taviani e, na sequencia, Brillante Mendoza. Jah entrevistei esse ultimo tantas vezes que Brillante ficou, por assim dizer, um amigo. Me abracou, conversamos um pouco sobre sua ida ao Brasil – foi em Saoh Paulo que comecou a nascer o filme Captive – e, na sequencia, eu jah estava correndo para o Ritz Carlton para a entrevista com Jason Reitman. O diretor foi otimo – e o filme dele oferece a Charlize Theron seu melhor papel, mas, claro, a Academia burra ignorou isso completamente. Ah, o Oscar. Volta e meia tenho de fazer meu mea culpa, como integrante da midia. Esse premio de m… simplesmente estah ignorando as duas maiores interpretacoes masculinas do ano, a de Michael Fassbender em Shame e a de Michael Shannon em Take Shelter. Depois de todas as boas entrevistas, embarquei numa viagem em busca do tempo perdido e emendei as sessoes oficiais, no Palast, dos filmes de Ursula Meier e Billy Bob. Gostei de La Fille en Haut, ou Sister, que pode ser definido, a grosso modo, como uma especie de O Garoto da Bicicleta suico, soh que o menino naoh tem bicicleta. Eh ladraoh, rouba tudo o que pode numa estacaoh de esqui. Tem essa irmah, interpretada por Lea Seydoux, e eh dificil falar sobre o filme e a riqueza e complexidade de seus personagens sem revelar o segredo que, lah pelas tantas, propoeh uma reviravolta no drama. Ainda me recompunha de Sister quando ingressei nas emocoes intensas e conturbadas de Jayne Mansfields Car. O titulo eh uma metafora, mas a morte da bombshell num acidente automobilistico tem destaque no relato, ateh porqueh – soh nos EUA – eu naoh sabia que o carro rebentado estah em exposicaoh numa cidadezinha do interior, onde voceh paga para ver a maquina assassina da mulher que entrou para a historia como dona dos maiores seios do cinema. Billy Bob Thornton inspirou-se em seu pai, que, quando ele era pequeno, arrastava o filho para ver acidentes de carro. Um pai desses hoje seria acusado, senaoh preso, por abuso, mas na verdade Billy Bob sobreviveu, desenvolveu uma sensibilidade especial – e assina aqui seu melhor filme. Berlim tem uma coisa que talvez seja provinciana, mas aqui os diretores e suas equipes saoh chamados ao palco do Palast, para receber o aplauso, apos a projecaoh. Jayne Mansfields recebeu um logo e caloroso aplauso. O filme eh sobre esse pai de tres filhos. Norte-americano tipico, cultiva a bandeira e outras instituicoes patrias. Bate na cara do filho (Kevin Bacon) que, em 1969, virou hippie e protesta contra a Guerra do Vietnah. Os outros dois filhos, incluindo Billy Bob, fizeram a guerra, a 2.a, e ganharam medalhas, mas todo mundo tem ressentimento por esse pai que nunca manifestou o menor carinho por eles. Logo de cara, num almoco tumultuado, Robert Duvall, o pai, recebe a noticia de que ex-mulher morreu na Inglaterra, para onde foi ao se casar com John Hurt. John  e os filhos vem para o enterro, porque ela pediu para ser enterrada no cemiterio em que jah repousam seus entes queridos. A reuniaoh das duas familias, e dos dois viuvos, provoca o tumulto que voceh pode imaginar, mas, no limite, Jayne Mansfields eh sobre uma familia que consegue superar suas divergencias. Acho que o filme eh serissimo candidato ao Urso. Por que? Porque eh uma obra de ensemble, uma criacaoh coletiva na qual Billy Bob admite dever muito a seu elenco. Eh uma coisa aa qual, pelo proprio metodo, o presidente Mike Leigh eh sensivel. Mesmo na eventualidade de que o filme naoh venha a ganhar nada, eh muito bom. Cobrem-me depois, se estiver errado.