Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » Assayas, que coisa!

Cultura

As informações e opinões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Cultura

Assayas, que coisa!

Luiz Carlos Merten

11 Outubro 2008 | 19h38

Acordei hoje pensando que não escrevi nada sobre ‘Velha Juventude’, o ‘Youth without Youth’ do Coppola, a que assisti quinta-feira no Festival do Rio, numa sessão lotadaça. Aliás, não comentei, mas os três filmes mais requisitados pelo público no Rio foram ‘Gomorra’, de Matteo Garrone; ‘Vicky Cristina Bacelona’, de Woody Allen; e o ‘Go-Lucky’, de Mike Leigh. Quais serão os filmes pelos quais os paulistanos mais vão correr, aqueles cujos ingressos vão se esgotar primeiro? Corram, porque a Central da Mostra já está funcionando, mas confirmem horário e local no site do evento. Sei que amanheci pensando no filme do Coppola, que me pareceu uma síntese portentosa das preocupações temáticas que consomem o autor, mas mninha ‘obsessão’ foi mudando durante o dia. Como faz todo ano, Leon Cakoff mostrou um filme após a coletiva de lançamento da mostra. O de hoje foi ‘Horas de Verão’, de Olivier Assayas. Nunca fui muito fã do cinema de gênero deste autor francês que é um dos queridinhos da revista ‘Cahiers du Cinéma’. Não gostei particularmente de ‘Irma Vep’ nem de ‘Demonlover’, embora fosse um prazer ver a então mulher do diretor, Maggie Cheung – não sei se continuam casados. Não sabia qual seria o filme, mas quando cheguei no Arteplex e Margarida Oliveira, da assessoria da mostra, me disse que seria do Assayas, pensei que era o thriller dele com Asia Argento, como é mesmo que se chama? ‘Eldorado’? Ocorreu o improvável para mim. Achei ‘Horas de Verão’ maravilhoso. Viajei no filme que é um drama familiar muito forte e também uma reflexão sobre arte e vida, sobre tempo e memória afetiva (e cultural). Havia gostado muito de outro drama familiar a que assisti em Cannes e que não pude rever no Rio, ‘Um Conto de Natal’, de Arnaud Desplechin. Arrisco-me a dizer que gostei ainda mais de ‘Horas de Verão’, mas por enquanto ainda estou decantando. E o elenco do filme – Charles Berling, Juliette Binoche e Jérome Rénier. Que gente mais boa, meu Deus! Tanto ‘Horas de Verão’ quanto ‘Um Conto de Natal’ passam na mostra. Vou encher vocês de posts, esperando que corram a ver.