Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » Apostando, apostando…

Cultura

As informações e opinões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Cultura

Apostando, apostando…

Luiz Carlos Merten

24 Maio 2009 | 13h36

CANNES – Como disse no inicio do post anterior tinha a minha premiacaoh ideal, antes de Gaspar Noe vir baguncar o que tah laboriosamente havia estabelecido (e gostaria de ver confirmado). Existem dois ou tres filmes com cara de ganhadores, a saber – o frances `Un Prophete`, de Jacques Audiard, o franco-austriaco-alemao `Le Ruban Blanc`, de Michael Haneke, e o de Jane Campion, `Bright Star`, que eh uma co-producaoh anglo-australiana (ou australiano-inglesa). Considerando-se a personalidade da presidente do juri, acho que Haneke leva, e seria um premio merecido, mas eu preferiria lhe dar o premio de direcao, atribuindo a Palma ao filme que mais me encantou, e foi o de Suleiman, `The Time that Remains`. A brasileirada torce pelo garoto de `Un Prophete`, que eh bom demais, mas eu confesso que nenhum ator me impressionou mais do que Francois Cluzet, por `A l`Origine`, de Xavier Giannoli. Melhor atriz? A menina de `Fish Tank`, de Andrea Arnold, tem sido uma unanimidade, mas Charlotte Gainsbourg estah demais no Lars Von Trier, `Anti-Christ`, e a menina de `Enter the Void` tem um momento de dilaceramento, em que berra feito um animal, que me deixou em transe. Mas quero informar para voces, no quadro de cotacoes da critica francesa e no internacional, Audiard tem o maior numero de Palmas (a cotacao maxioma) e, se isso representa alguma coisa, ele leva. Nesse caso, Haneke poderia ganhar o premio de direcao, mas poderia ser o contrario e Suleiman e Almodovar ganhariam premios menores. Alias, seria desfeita com Almodovar, mas antes dele, mesmo estando entre os defensores de `Los Abrazos Rotos`, preferiria premiar (de novo) o Ken Loach de `Looking for Eric`.