Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » Ang Lee

Cultura

Luiz Carlos Merten

10 Junho 2008 | 08h29

Eu adoro quando descobro que não sou um solitário defensor de filmes dos quais gosto – o ‘Hulk’ do Ang Lee, por exemplo. Vi duas ou três vezes e sempre me encantou o uso que o diretor fazia do olhar atormentado de Eric Bana, que, na verdade, foi o que ele conservou no seu monstro ‘de borracha’, para que ele permanecesse, apesar de tudo, humano. Mas, pelo visto, somos Saymon, eu e mais alguns poucos que gostam daquele ‘Hulk’. O fracasso – de público e até crítica – do filme desautorizou o que seria uma seqüência e, assim, Hollywood resolveu começar tudo de novo. Mudou diretor, ator. Por mais interessante que tenha achado ‘Cão de Briga’, não sou louco de comparar Louis Leterrier com Ang Lee, embora, para dizer a verdade, o ‘meu’ Ang Lee não seja nenhum dos reconhecidos grandes filmes dele, mas ‘Cavalgada com o Diabo’, com Tobey Maguire e Skeet Ulrich, pelo qual tenho um carinho especial. Mas eu achei as cenas iniciais do ‘Hulk’ de Leterrier, na favela do Rio, espetaculares. Quando a equipe veio filmar no ano passado, o set foi fechado para a imprensa e, agora, dá para ver por quê. Pode ser que me engane, mas até onde me lembro Leterrier, Norton e o restante da equipe permaneceram pouquíssimo tempo no Brasil e as cenas são muito movimentadas. Envolvem tomadas aéreas e steadycam solta nas vielas, algo difícil de executar e que exige muito planejamento. O que eles menos deviam querer era imprensa bisbilhotando no set. Quero ver o restante do filme (vi só um pedaço na sessão de ontem). Imagino que o restante possa virar um filme de super-heróis mais comum, mas Geraldo Galvão Ferraz, a quem encontrei após a sessão, me disse que o duelo do desfecho é sensacional. Como o trailer mostrava o confronto entre dois ‘monstros’, imagino – estou chutando – que o Tim Roth se submeta aos mesmos raios para enfrentar o alter ego de Edward Norton. Se for isso, vai ficar parecendo cópia de ‘A Liga Extraordinária’, lembram-se? De volta a Ang Lee – Saymon quer saber quando estréia ‘Lust, Caution’. Como é mesmo que ficou o título no Brasil? Vi o cartaz no fim de semana, no Arteplex, na parede dos próximos lançamentos. Deve estar estourando por aí.