Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » Ainda o Leon

Cultura

Luiz Carlos Merten

17 Outubro 2011 | 13h54

RIO – Na sexta-feira à tarde, usei o debate de “Sudoeste’ para deixar registrada, no quadro do Festival do Rio, a minha homenagem a Leon Cakoff. Indepentemente de diferenças pessoais, o sr. Mostra foi muito importante na formatação de eventos como o próprio Festival do Rio e a sua luta contra a censura e a favor de um cinema mais autoral, alternativo, ajudaram a mudar o mercado no Brasil, abrindo uma brecha para a produção mais artística. Destaquei tudo isso. À noite, Leon foi citado e homenagerado no palco do Cine Odeon BR e, depois, no sábado e domingo, no diário do festival, em salas do circuito comercial (como Cinemark e Severiano Ribeiro), topei muitas vezes com a cara do Leon, destacado sempre pelo evento que criou. O Festival do Rio termina amanhã, volto quarta para São Paulo, a Mostra começa quinta. Todo mundo, amigos jornalistas, me diz que vai ser uma Mostra baixo astral. Espero, sinceramente, que não seja. Tem tanta coisa boa anunciada. O próprio Leon, que amava o cinema, imagino que gostaria que as pessoas, depois de cada programa, se lembrassem dele com gratidão.