Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » A vida num dia

Cultura

Luiz Carlos Merten

12 Fevereiro 2011 | 15h36

BERLIM – Assisti à tarde, antes da entrevista com a trupe de “Tropa”, a “A Vida num Dia”. Existe aquele velho filme italiano de Alessabndro Blasetti, “Un Giorno nella Vita”, sobre um convento que é invadido por garibaldinos que estupram as freiras. Um Dia na Vida, a vida, agora, num dia. O filme é uma parceria da Scott Free, de Ridley e Tony Scott, com o You Tube. O público da internet foi solicitado a fazer pequenos filmes sobre a vida (de cada um ou dos outros) e a responder perguntas do tipo “O que voceh mais ama?” A Scott Free recebeu mais de 4.500 horas de gravacoes, de 192 países. Kevin MacDonald foi chamado a dar ao filme uma cara. O crédito final é Directed by Kevin MacDonald and… Seguem-se os nomes de centenas de pessoas, que fizeram os vídeos selecionados. O dia é 24 de julho de 2010. Aconteceu alguma coisa especial em sua vida? Trata-se, essencialmente, de um trabalho de montagem, ou colagem. Tem coisas emocionantes. Um homem se ajoelha, como se fosse amarrar o sapato, e oferece um anel â mulher amada. Um garoto chora ao confessar para a mae, num telefonema, que é gay. Muita gente revela o que mais deseja e o que mais teme. Adultos, criancas. É impossível nao se sentir ligado a essa imensa massa humana. Ao mesmo tempo, vemos coisas que podem revoltar. Ah, as famosas diferencas culturais. Um leitaozinho guincha desesperadamente ao ser jogado sobre uma grilha para ser assado vivo. Um boi recebe dois disparos na cabeca, cai baqueado e é degolado com um facao que faz esguichar sangue por todo lado. O homem, capaz de gestos nobres, pratica outros que sao bárbaros. Nao sei se o filme, por ser produto do You Tube, já tem imagens, senao uma versao integral, na internet. Procure por “Life in a Day”. A roda do festival continua. Estou indo ver “Here”, o primeiro filme dos EUA feito na Armenia. Espero que seja melhor do que o de Robert Guédiguian.