Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » ‘A Origem de Cobra’

Cultura

Luiz Carlos Merten

21 Agosto 2009 | 11h57

Vocês sabem que eu tenho um miolo a menos, fazer o quê? Desde que vi o trailer de ‘G.I. Joe’, estava louco para ver o novo action movie de Josef Sommers. É o diretor da série ‘A Múmia’ e de ‘Van Helsing’, que revejo sempre que pego na TV a cabo, ao zapear. Sei que os coleguinhas detestam ‘Van Helsing’, mas eu me divirto principalmente com a fuga de carruagem através da floresta, com o heroi (e Frankenstein) perseguidos pelas sílfides a serviço do mal. Pois bem – depois de uma semana vendo filmes de expressão pessoal em Gramado (e gostando de vários: ‘Gigante’, ‘Corumbiara’, ‘A Árvore da Música’, ‘Canção de Baal’, ‘Corpos Celestes’ etc), cheguei a Porto Alegre seco para ver alguma coisa que não precisasse pensar muito, mas só pude assistir a ‘Origem de Cobra’ na segunda-feira. É um filme de autor! Tudo liga ‘G.I.Joe’ aos filmes precedentes de Sommers – ação e efeitos, claro, mas principalmente o amor. Sommers é um romântico (eu também!). Arnold Vosloo, a própria múmia, voltava dos mortos para tentar ressuscitar sua amada, mas apesar de todos os esforços ele não conseguia e o filme celebrava outra história de amor, a dos personagens de Brendan Fraser e Rachel Weisz. Em ‘Van Helsing’, o heroi termina o filme enterrando sua amada, lembram-se?, e agora, de cara, Duke Hauser descobre na vilã a serviço do traficante de armas a mulher que foi seu grande amor. Por que Anastasia ‘Ana’ virou a baronesa? O filme é a história desse heroi tentando recuperar a mulher amada. Adorei, até porque Channing Tatum e Sienna Miller formam um belo casal. Foi o que me apanhou no filme. Tentei me lembrar, mas ‘Falcon’ e ‘Comandos em Ação’, as versões anteriores dos G.I. Joes, nunca fizeram parte do meu imaginário. Nos 80, eu já estava madurinho (entrado nos ‘enta’, os 40) para ficar brincando com action figures. Não brinquei com ‘Falcon’ lá, mas me diverti agora com a live action. Não é ‘Transformers 2’, mas deu perfeitamente para o gasto. Quero só saber se Sommers vai conseguir emplacar ‘G.I.Joe 2’. O 1 termina em aberto, justamente prevendo a sequência.