Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » 24 Horas

Cultura

Luiz Carlos Merten

17 Outubro 2007 | 17h29

Olá! Não, não é a série de TV com Kiefer Sutherland, que eu nunca vi, mas ouço dizer que é legal (e muitos de vocês compararam o personagem dele com o Capitão Nascimento de ‘Tropa de Elite’). Vocês não imaginam o que foi a minha vida nas últimas 24 horas. Nem tive tempo de postar. Fui ontem à tarde à casa de Hector babenco para fazer a entrevista sobre ‘O Passado’, filme que abre a 31ª Mostra (e é a capa de amanhã do Caderno 2). Gostei muito de falar com o Babenco, apesar de certas restrições que fiz ontem ao filme. Ele me contou coisas muito interessantes que não antecipo para deixar vocês com água na boca para ler a matéria de amanhã. Reservei para o fim uma história que ele relatou sobre o Gael García Bernal. Maravilha! Leiam e depois me digam se estou errado. Aliás, amanhã à tarde entrevisto o Gael, que tem vários filmes na Mostra. Um deles é o do Babenco, claro; outro é ‘Déficit’, que ele próprio dirigiu; e o terceiro é ‘Cochochi’, que produziu por intermédio de sua empresa (Canana) com Diego Luna. Este último é o meu favorito dos três, tenho de admitir. Um dos grandes filmes da Mostra, podem apostar. Da casa do Babenco e enfrentando um trânsito do cão, típico de final de tarde paulistana, fui ao Shopping Frei Caneca para jantar e assistir a ‘Hairspray’, que, tenho de confessar, adorei. Falo no post seguinte. Hoje, tinha 1001 matérias para redigir e ainda tive de correr a Alphaville para ver ‘Invasores’, que estréia na sexta. Achei o novo filme de Oliver Hirschbiegel, o diretor de ‘A Queda! As Últimas Horas de Hitler’ impressionante. Ele tem pique, suspense e Nicole Kidman, no papel de mãe, está ótima. O filme é um remake (o terceiro, que me lembre) do velho ‘Vampiros de Almas’, de Don Siegel. A metáfora estava me parecendo muito interessante e aí, no final, o diretor cagou tudo – me desculpem a vulgaridade. Dada essa geralzona do dia, vamos agora por partes, como diria o esquartejador.