Teatro Municipal de São Paulo vai transmitir ópera no cinema

Teatro Municipal de São Paulo vai transmitir ópera no cinema

Montagem de "Otello" atualmente em cartaz, com direção de Giancarlo del Monaco e regência de John Neschling, será utilizada como protótipo da iniciativa

João Luiz Sampaio

18 Março 2015 | 16h23

Otello_TMSP_Heloísa Ballarini_04

Com o “Otello” de Verdi atualmente em cartaz, o Teatro Municipal de São Paulo vai começar a testar a transmissão de suas óperas pelo cinema. Em parceria com a Cinelive, a montagem será exibida no dia 24 para convidados em salas de cinema de São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília.

A transmissão de óperas no cinema tornou-se uma prática comum no mercado internacional desde que o Metropolitan Opera de Nova York criou, em 2009, o projeto Met HD Live. Em seguida, teatros como o Royal Opera House Covent Garden de Londres e a Ópera de Paris também passaram a apostar na iniciativa como forma de ampliar o público de suas produções – e também como fonte alternativa de receita.

Em São Paulo, a ideia foi anunciada pelo maestro John Neschling já em 2013, quando assumiu a direção artística do Teatro Municipal. Segundo José Luiz Herencia, diretor-geral da fundação que gere o teatro, antes de se tornar corriqueira a prática precisa ser testada. “Nesse campo da arte e tecnologia é necessário produzir protótipos”, diz ele no material distribuído à imprensa. “Mas apesar de experimental, já estamos trabalhando para oferecer uma experiência de ponta, próxima ao que almejamos para a temporada regular do teatro.”

A ideia é que, no futuro, em parceria com a SPCine, os espetáculos sejam transmitidos para as salas do circuito municipal de cinemas que está sendo criado nos equipamentos públicos da cidade, em especial na periferia.

_______________

e-mail: blogjoaoluizsampaio@gmail.com
twitter.com/joaoluizsampaio