É hoje…mas, antes, o conselho fala

João Luiz Sampaio

05 Março 2009 | 18h40

Daqui a algumas horas, o maestro francês Yan Pascal Tortelier sobe ao palco da Sala São Paulo para seu primeiro concerto como regente-titular da Osesp. Já estou na Sala São Paulo, onde agora há pouco participei de encontro com Fernando Henrique Cardoso e Pedro Moreira Salles, presidente e vice-presidente do Conselho de Administração da Fundação Osesp. Ao lado dos consultores internacionais Henry Fogel e Timothy Walker, eles convocaram a imprensa para anunciar novidades sobre o processo de busca do novo diretor artístico. A rigor, não há grandes novidades. Mas agora já se sabe a respeito da composição do comitê de busca que será responsável pela escolha do novo diretor artístico do grupo – ele será formado por dois membros do conselho (Persio Arida e Luiz Schwarcz), dois músicos (Darrin Coleman Milling e outro a ser definido), por Fogel e Walker e pelo diretor-executivo da Osesp, Marcelo Lopes. Não há, no entanto, definição quanto à data em que o comitê anunciará suas escolhas. No mais, ficou confirmada a turnê pelos EUA em outubro, quando o grupo será regido pelo maestro americano Kazem Abdullah, de 29 anos, protegido de James Levine, diretor do Metropolitan de Nova York. Vocês lêem mais, enfim, no jornal de amanhã. Agora, é aguardar o início do concerto. Antes disso, porém, o portal estadao.com.br preparou um especial sobre os últimos dez anos da Osesp, com gravações da orquestra e uma conversa minha com a jornalista Teresa Ribeiro sobre passado, presente e futuro do grupo.

É só clicar aqui.