As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Mark Ruffalo retira apoio a Marina Silva após polêmica sobre casamento gay

Flavia Guerra

29 Setembro 2014 | 22h02

Depois de gravar e veicular no último sábado um vídeo em apoio à candidatura de Marina Silva à presidência da República, o ator Mark Ruffalo retirou seu apoio. Isso porque ele, conforme publicou em seu Tumblr oficial que  havia mudado de opinião porque não pode apoiar uma candidata que “tem uma aproximação difícil com temas como o casamento gay.”

“Eu não sou expert em política brasileira, mas eu posso dizer que os direitos das mulheres, dos gays e do meio-ambiente são todos parte de um tipo de visão de mundo do qual eu quero fazer parte. Ter uma visão de mundo que não inclui todas estas três posições torna impossível para mim apoiar um candidato em particular”, declarou o ator norte-americano que vive o Hulk de Os Vingadores.

 

 

Ruffalo, que também estrelou Ensaio sobre a Cegueira, de Fernando Meirelles, e Se Nada Mais der Certo (atualmente em cartaz no Brasil) é um dos atores mais ativos no combate à homofobia e na luta pelos direitos LGTB. Aliás, foi justamente o uso do termo correto em questão às minorias que suscitou o último post no Tumblr oficial do ator, há pouco mais de 30 minutos.

“Foi me apontado que ‘Direitos Gays’ está limitando o alcance desta comunidade. Eu quis dizer LGBTQ +Rights (direitos). Onde você lê ‘Gay Rights’ no meu post para Marina Silva,   por favor, substitura por  “Direitos LGBTQ”, declarou o ator em sua página. A declaração se refere ao texto original da retirada do apoio à Marina.

Enquanto os acessos à página de Ruffalo aumentavam durante a tarde e o início da noite, ele recebia em seu twitter diversas mensagens do perfil oficial da candidata (silva_marina) e de outros apoiadores de sua candidatura mensagens dispostas a esclarecer a posição dela em relação à igualdade de união.

 

markruffalo1.jpg

“Caro @MarkRuffalo não é verdade que @silva_marina é contra o casamento gay. Ela é uma defensora histórica dos direitos humanos.”, declarou Marina em resposta a Ruffalo. 


“Oi 
@markruffalo, @silva_marina apoia a união civil gay e expressa isso em seu Programa de Governo: http://bit.ly/LGBT_rights #Equipe40“, acrescentou Marina em outro twitt.

Para concluir, Marina afirmou: “Além disso @markruffalo, você precisa saber que esta eleição brasileira está inundada de mentiras e está é mais uma mentira sobre @silva_marina. #Equipe40.”

Em resposta, Ruffalo publicou um post que esclarecia o público em geral sobre seu conteúdo: “Em relação ao meu post  http://markruffalo.tumblr.com  . Diz respeito à campanha de Silva e ao povo brasileiro. Eu sinceramente desejo o melhor para vocês.”

Às 21h20, o ator tuitou: “Isso é o que a campanha de Marina postou: http://marinasilva.org.br/programa/?12312123&english=true#pagina-116 …“,  em referência ao link que o perfil oficial de Marina havia enviado ao ator com o capítulo referente à união civil gay em seu programa de governo.

Já em seu perfil oficial no Facebook, o ator declarou:  “Eu continuo investigando este assunto.” ( I’m continuing to look into this issue.”)

Marina, que é evangélica, foi bastante criticada pela comunidade LGBT por ter tirado do seu programa de governo propostas envolvendo a ampliação dos direitos dos homossexuais.