Viper no Jô Soares (16/10)

Estadão

15 Outubro 2007 | 10h06

viperjo3

A primeira vez que o Viper deu uma entrevista para o Jô Soares foi em 1992, quando estávamos indo para a Europa pela primeira vez. Se eu me lembro bem, tocamos uma versão que misturava ‘Living for the Night’ (maior sucesso da banda até hoje, do disco ‘Theatre of Fate’) e ‘Rebel Maniac’, canção inédita que seria gravada na Alemanha, nas sessões do disco ‘Evolution’. Outro dia eu revi a entrevista e dei muita risada. É incrível como alguém pode mudar em 15 anos. Eu era um garoto…

A segunda vez foi em 1994 (se me lembro bem…), quando tínhamos acabado de voltar da turnê no Japão. Fomos divulgar o disco ao vivo gravado em Tokyo, ‘Viper Live – Maniacs in Japan’. Gravar um disco de rock ao vivo no Japão (quer coisa mais clichê e mais maravilhosa?) é o sonho de toda banda de rock.

Enfim, tudo isso para dizer que nesta terça-feira nós voltamos ao Jô Soares: no dia 16 de outubro, lá pelas 23h (o horário do programa pode variar), será exibida nossa entrevista (que foi muito engraçada, graças principalmente a umas histórias malucas contadas pelo baixista Pit Passarell) e duas músicas: ‘The Spreading Soul’ (versão acústica, a pedido do Jô) e ‘Miles Away’, do novo disco ‘All My Life’. Na foto acima, da esquerda para a direita, temos a nova formação do Viper: Renato Graccia (bateria), eu (guitarra) e Jô; no alto estão Ricardo Bocci (vocal), Marcelo Mello (guitarra, substituto de Val Santos) e Pit Passarell (baixo). A foto é de Ricardo Martins, da Globo.

Aproveitando para agradecer ao próprio Jô, Willem Van Werelt, Dinho e toda a produção do programa. Quem tiver a oportunidade de assistir ao Viper no Jô Soares e depois quiser fazer algum comentário por aqui, fique à vontade. O blog é seu.