Em busca da surfistinha perfeita

Estadão

11 Outubro 2007 | 11h13

bruna

Acabo de receber um e-mail que me chamou a atenção:

“Começa a busca por Bruna Surfistinha”

Achei que a ex-garota de programa havia sido sequestrada e fiquei preocupado. Aí eu li o resto da mensagem:

“Longa-metragem de Marcus Baldini inicia seleção de elenco de ‘O Doce Veneno do Escorpião’ [título provisório].”

Ufa. Que alívio. A Bruninha passa bem. O e-mail seguia assim:

“Depois de uma longa polêmica em torno de quem viverá no cinema a garota de programa mais famosa do Brasil…”

(Polêmica? Que polêmica? Engraçado, não ouvi falar sobre polêmica nenhuma. Nem sabia que já estavam procurando alguém)

“…, a TV Zero dá início a seleção do casting do longa de Marcus Baldini que está previsto para ser rodado em 2008. Os testes acontecem em São Paulo a partir de outubro e seguem até o final deste ano, quando os 35 personagens estarão definidos.”

(35 personagens? Quantas horas vai ter o filme? Por que, se eu me lembro bem, o livro da Bruna Surfistinha narrava as aventuras sexuais da garota com homens casados, solteiros, etc. Será que vai dar tempo de mostrar 34 ex-clientes da garota? Neste caso, a 35ª personagem do filme seria, claro, ela mesma)

“O argumento do filme – baseado no best-seller que vendeu mais de 300 mil cópias no Brasil – foi escrito por Karin Ainouz (‘O Céu de Suely’) em parceria com Antonia Pelegrinno (‘A Lua Me Disse’) e trafega pelo momento no qual Raquel, menina de classe média paulistana, decide sair da casa dos pais para se tornar garota de programa.”

(Isso é bom para desmistificar um mito: quem disse que o brasileiro não lê? Acima, foto (Marcos D’Paula/AE) da escritora Raquel Pacheco (a.k.a. Bruna) na Bienal do Livro do Rio. Hoje saiu o Nobel de Literatura para uma mulher, a escritora Doris Lessing. Será que a Raquel ficou com ciúme?)

“Raquel é um personagem real, vivo. Por isso não estamos presos a nomes famosos, caras conhecidas ou as características físicas da verdadeira Bruna. Espero encontrar uma atriz que traduza a complexidade psicológica da personagem” diz o diretor Marcus Baldini.

(Não estão atrás de nomes famosos e caras conhecidas? O tempo dirá. Agora, quanto à complexidade psicológica… será que existe alguma atriz brasileira que consiga reproduzir a tal complexidade psicológica do texto do livro? Fernanda Montenegro, talvez?)

Bom, boa sorte a toda equipe da produtora e aguardo novas informações sobre a escolha da personagem. Tomara que encontrem logo alguém à altura da Bruna. Seria algo em torno de 1,70m?