Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » À espera da princesa encantada

Cultura

Estadão

01 Abril 2011 | 13h29

January Jones, a Betty Draper do seriado ‘Mad Men’: eu enfrentaria qualquer dragão para trazê-la para o meu castelo

As histórias infantis seguem invariavelmente o mesmo enredo. Por uma razão ou outra, a princesa se vê numa situação desfavorável, até que chega o príncipe, resolve tudo, blá, blá, blá e eles vivem felizes para sempre.

Para o público, a diversão consiste basicamente em assistir à princesa esperando pela chegada do príncipe encantado – e ele sempre chega. Imagine a frustração das crianças se não fosse assim.

Daí a gente cresce e vê que a vida não é bem assim. Ou é, dependendo da sua sorte. Mas o que eu queria falar a respeito de príncipes e princesas não é se esses enredos estão corretos ou não.

Desde os anos 60, as mulheres lutam por igualdade entre gêneros. Estão certíssimas, claro – e não sou nem louco de dizer o contrário aqui. Apesar disso, muitas delas ainda sonham com a chegada do príncipe encantado, o cara perfeito, lindo e maravilhoso que vai resgatá-las dessa vidinha besta e levá-las para um castelo – ou para uma mansão nos Jardins, sendo um pouco mais realista.

E foi aí que eu pensei: pôxa, as mulheres querem igualdade, lutam justamente por isso… então por que os homens também não podem esperar pela chegada de uma princesa encantada?

Eu acredito que temos o direito, sim. Arrisco até mais: nós merecemos.

Uma princesa encantada não precisa chegar em um cavalo branco nem trazer uma coroa na cabeça. Também não precisa se parecer fisicamente com a princesa Diana, que foi desprezada pelo idiota do príncipe Charles e trocada pela bruxa, numa total inversão dos valores que aprendemos na infância. Mas o que essa princesa precisa fazer é nos resgatar dessa vidinha e nos levar para algum lugar melhor. Metaforicamente, nesse caso.

Daí você vai dizer: ‘mas se você sabe que príncipe encantado não existe, por que esperar por uma princesa encantada’. Porque sim.

A vida não é lógica e as pessoas podem esperar por qualquer coisa. Tem gente que espera por um sinal de Deus; tem gente que espera por atendimento na fila do INSS. Tem gente que espera até por um milagre.
Por que um homem não pode esperar por uma princesa encantada?

Não pense que virei moralista, do tipo que acha que a princesa tem que ser virgem, pura, angelical. Não. A princesa encantada que alguns homens esperam é bonita, sim, mas também é inteligente, interessante, divertida. Uma princesa encantada muda a vida de um homem fazendo uma coisa muito simples: sendo quem ela é.

Estou sendo muito romântico? Pode até ser. É que eu acho que as coisas que a gente acredita quando é criança podem se tornar realidade em qualquer fase da vida.

Encontrou algum erro? Entre em contato