Roger Mello é o único brasileiro a concorrer ao Alma
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Roger Mello é o único brasileiro a concorrer ao Alma

226 candidatos disputam o Astrid Lindgren Memorial Awards (Alma), um dos mais importantes prêmios mundiais da literatura infantojuvenil

Bia Reis

24 Outubro 2016 | 14h34

Crédito: Marcos Arcoverde/Estadão

O escritor e ilustrador Roger Mello é o único brasileiro na lista dos 226 candidatos ao Astrid Lindgren Memorial Awards (Alma), um dos mais importantes prêmios mundiais da literatura infantojuvenil. Ganhador do Hans Christian Andersen, o autor concorre com outros escritores e ilustradores, além de bibliotecas e organizações de incentivo e promoção da leitura de 60 países. O Alma veio para o Brasil uma vez: com a escritora Lygia Bojunga.

“Nós, do júri, estamos muito ansiosos para conhecer mais sobre os trabalhos e as atividades dos candidatos. A lista é uma mina de ouro para todos os interessados na literatura infantil e juvenil de todo o mundo. Espero que ela possa ser divulgada e utilizada em todas as possíveis situações relacionadas à leitura e à contação de histórias”, declarou o presidente do júri, Boel Westin, durante o anúncio dos candidatos

.

Estante de Letrinhas no Facebook: Curta!
Também no Twitter: Siga!
E agora no Instagram: Acompanhe!

Disputam com Roger a premiação os escritores e ilustradores Marika Maijala, da Finlândia; Niki Daly, da África do Sul; Judy Blume, dos Estados Unidos; e David Almond, do Reino Unido; as organizações Lubuto Library Partners, da Zâmbia; Friends of African Village Libraries, dos Estados Unidos; e Abuelas Cuentacuentos, da Argentina.

O prêmio de 5 milhões de coroas suecas (cerca de R$ 1,8 milhão) pode ser concedido a um único candidato ou a vários. O resultado será divulgado no dia 4 de abril, em cerimônia na Biblioteca Nacional em Estocolmo.

Confira abaixo entrevista que Roger deu após vencer o Hans Christian Andersen: