1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Primavera Literária leva literatura brasileira para Paris

Bia Reis

15 março 2016 | 06:00

Com curadoria de Leonardo Tonus, da Universidade de Sorbonne, evento tem na literatura infantil e juvenil um de seus pilares; Lúcia Hiratsuka e Roger Mello integram delegação

Mais de 30 romancistas, ilustradores, quadrinistas, poetas, cineastas, fotógrafos, dramaturgos e contistas participam de 21 a 31 de março, em Paris, da terceira edição da Primavera Literária, evento criado para levar a literatura brasileira contemporânea a espaços de ensino do português na França. Com curadoria de Leonardo Tonus, coordenador do Departamento de Estudos Lusófonos da Universidade de Sorbonne, e organização das jornalistas e escritoras Simone Paulino, editora da Nós, e Verônica Lessa, o evento tem na literatura infantil e juvenil um de seus pilares. Entre os autores que integram a delegação brasileira deste ano estão Lúcia Hiratsuka, Roger Mello, Roberto Parmeggiani, Marcello Quintanilha, Ieda de Oliveira e Mariza Baur.

A Primavera Literária nasceu inicialmente para promover a formação dos estudantes da Sorbonne, mas extravasou os portões da universidade e se consolidou como um espaço de discussões literárias e de promoção e divulgação da cultura brasileira e da língua portuguesa.

Angela Lago participou da edição de 2015

Angela Lago participou da edição de 2015

Neste ano, pela primeira vez, o evento passa a ocorrer em outros países, com encontros paralelos na Holanda, na Universidade de Leiden, organizado pela professora Sara Brandellero; na Alemanha, em espaços institucionais e culturais em Berlim, coordenador pelo escritor e professor Antonio Salvador e pela jornalista e criadora do Círculo Literário de Berlim, Luciana Rangel; e na Itália, durante a Feira do Livro Infantil e Juvenil de Bolonha, graças à atuação de Verônica Lessa e do escritor Roberto Parmeggiani.

A Primavera Literária será composta por atividades em sala de aula, encontro, leituras, lançamentos, exposições e ateliês em espaços como a Embaixada do Brasil na França, a Fundação Gulbenkian, Maison du Brésil, Maison de l’Amérique Latine e Maison de la Culture du Japon à Paris, além de escolas do ensino básico.

Estante de Letrinhas no Facebook: Curta!
E também no Twitter: Siga!

A programação fora de Paris com foco na literatura infantojuvenil começa no dia 4 de abril, em Bolonha, com a apresentação dos livros A Avó Adormecida, do italiano Roberto Parmeggiani, e Orelhas de Borboleta, do brasileiro André Neves, que estarão presentes. No dia 5, haverá o debate Visível/Invisível, com Parmeggiani, o escritor e ilustrador Gusti, a escritora Sharon Draper, a pedagoga e terapeuta de arte Beatrice Vitali, o presidente do Ibby internacional Willy de Donker, a presidente do Ibby na Itália, Silvana Sola, e Vinicio Ongini, do Ministério da Educação da Itália. No mesmo dia haverá o sarau literário Entre Itália e Brasil: Novos Caminhos para a Literatura Contemporânea, com o escritor Jessé Andarilho, Verônica Lessa, Simone Paulino e Leonardo Tonus. Nos dias 6 e 7 serão realizadas duas oficinas criativas, a primeira com André Neves e a segunda, com Lúcia Hiratsuka.

Outras informações sobre a Primavera Literária podem ser obtidas pelo Facebook ou no site do evento.