Prêmio Barco a Vapor tem inscrições abertas até 31 de janeiro
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Prêmio Barco a Vapor tem inscrições abertas até 31 de janeiro

Objetivo da Fundação SM é estimular produção literária nacional e publicação de textos inéditos e de alta qualidade. Vencedor terá obra publicada e receberá R$ 40 mil de direitos autorais antecipados

Bia Reis

19 Janeiro 2016 | 06h00

banner_bv_2015

A Fundação SM recebe até o dia 31 de janeiro as inscrições para o 12.º Prêmio Barco a Vapor de Literatura Infantil e Juvenil. Criada na Espanha em 1978, a premiação é promovida atualmente nos nove países onde o Grupo SM atua – além da Espanha e do Brasil, Chile, México, Argentina, Porto Rico, República Dominicana, Colômbia e Peru.

O objetivo do prêmio é estimular a produção literária nacional e a publicação de textos inéditos e de alta qualidade. No Brasil, o Barco a Vapor existe desde 2005.

O vencedor terá seu livro publicado na coleção Barco a Vapor, das Edições SM, e receberá R$ 40 mil de adiantamento de direitos autorais. No ano passado, o vencedor foi João Luiz Guimarães, com O Vento de Oalab, seu primeiro livro infantil. Guimarães nasceu no Rio de Janeiro, passou a infância em Vancouver, no Canadá, e hoje mora em São Paulo, onde é jornalista.

A premiação é aberta aos escritores maiores de 18 anos, de todas as nacionalidades, que escrevem em português. O texto deve ser inéditos, ou seja, não pode ter sido publicado – ainda que parcialmente – em livros, antologias, coletâneas, suplementos literários, jornais, revistas ou sites. Cada escritor pode apresentar até duas obras de ficção nos gêneros romance e novela, com tamanho entre 11 mil e 210 mil caracteres, para leitores a partir de 6 anos.

Clique aqui para conferir outras informações sobre o regulamento.

Clique aqui para fazer o seu cadastro na premiação.

O julgamento ocorrerá em duas etapas. Na primeira, o júri escolherá até dez finalistas, que, mesmo que não vençam, poderão ser contratados pelas Edições SM. O vencedor será conhecido em um evento realizado no fim do ano.

 

Confira a seguir os premiados em todas as edições realizadas no Brasil:

1.º Prêmio Barco a Vapor 2005

O Rapaz Que Não Era de Liverpool, de Caio Riter, ilustrado por Graça Lima

2.º Prêmio Barco a Vapor 2006

Era Mais Uma Vez Outra Vez, de Glaucia Lewicki, ilustrado por Gonzalo Cárcamo

3.º Prêmio Barco a Vapor 2007

A Distância das Coisas, de Flávio Carneiro, ilustrado por Andrés Sandoval

4.º Prêmio Barco a Vapor 2008

Pivetim, de Délcio Teobaldo, ilustrado por Speto

5.º Prêmio Barco a Vapor 2009

O Sumiço da Pantufa, de Mariângela Haddad, com ilustrações da própria escitora

6.º Prêmio Barco a Vapor 2010

A Guardiã dos Segredos de Família, de Stella Maris Rezende, ilustrado por Victor Leguy

7.º Prêmio Barco a Vapor 2011

O Coelho Que Não Sabia Gatês, de Thiago Irley, ilustrado por Orlandeli

8.º Prêmio Barco a Vapor 2012

A Inacreditável História do Diminuto Senhor Minúsculo, de Marcílio Godoi, ilustrado por Marcos Garuti

9.º Prêmio Barco a Vapor 2013

Adeus é Para Super-Heróis, de Isabela Noronha, ilustrado por Bruna Assis Brasil

10.º Prêmio Barco a Vapor 2014

A Conta-Gotas, de Ana Carolina Carvalho

11.º Prêmio Barco a Vapor 2016

O Vento de Oalab, de João Luiz Guimarães

Mais conteúdo sobre:

Fundação SMPrêmio Barco a Vapor