‘O Chefão Lá do Morro’ retrata, com esperança, a vida nas favelas
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

‘O Chefão Lá do Morro’ retrata, com esperança, a vida nas favelas

O escritor Otávio Júnior e o ilustrador Angelo Abu mostram a realidade de um chefão em um morro qualquer. Mas será que ele é tão mau assim?, pergunta o escritor

Bia Reis

09 Junho 2014 | 10h00

A realidade das crianças dos morros cariocas é o pano de fundo de O Chefão Lá do Morro, do escritor Otávio Júnior e do ilustrador Angelo Abu. Aqui, misturam-se pobreza, violência e medo com ingenuidade e esperança – na medida certa.

Nascido e criado na zona norte do Rio, Otávio Júnior escreve desde 2007, quando iniciou um trabalho de promoção de leitura nas favelas cariocas, criou uma biblioteca comunitária e passou a ser conhecido como o Livreiro do Alemão. Estreou na literatura com O Garoto da Camisa Vermelha, em que apresentava a visão de um menino sobre a sua dura realidade. Agora, em O Chefão Lá do Morro, descreve um típico chefão.

Popular e famoso, explica, é ele quem manda em tudo. Mau, já estampou até capa de jornal. “Domina o morro armado até os dentes, rodeado por seus soldados e parentes”, descreve. Otávio Júnior também fala da relação do chefão com as crianças e com os carteiros que sobem morro acima para entregar cartas.

Mas Otávio Júnior revela o outro lado do chefão. Ele fica feliz com batata e carne moída, adora tomar banho de mangueira no quintal e correr atrás de pipa. “Será que o Chefão é assim tão mau?”, questiona o escritor.

O desfecho surpreende o leitor e abre as portas para a esperança.

As ilustrações de Angelo Abu colorem as páginas com marrons, laranjas e amarelos, levando realismo à história. O ilustrador fotografou muros grafitados em Milão e outros metralhados em Sarajevo e usou as fotos para fundos e texturas. As linhas, relata Abu, foram feitas durante desenhos de observação, com caneca Bic, em uma favela em Belo Horizonte e pincel com nanquim. “Ilustrei de um modo um tanto quanto experimental. Estava vivendo um período nômade e deixei que o acaso interferisse um tanto no processo”, conta.

Nascido em Belo Horizonte, Abu já morou em Sarajevo, capital da Bósnia e Herzegovina, local que, assim como o Alemão, guarda marcas da violência. Ilustrou, além de O Garoto de Camisa Vermelha, Menino Parafuso, Tem Livro Que Tem e A Voz de Sofia, entre outros.

Serviço
O Chefão Lá do Morro
Escritor: Otávio Júnior
Ilustrador: Angelo Abu
Editora: Autêntica
Preço: R$ 29

** Gostou? Compartilhe! Siga o blog Estante de Letrinhas no Facebook