Fábula sobre neto do Gato de Botas fala de amizade e tolerância
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Fábula sobre neto do Gato de Botas fala de amizade e tolerância

Ieda de Oliveira e Lúcia Brandão narram a inusitada relação entre um gato que se diz nobre e um pássaro que quase virou sua refeição

Bia Reis

26 Junho 2014 | 13h00

Um gato que se diz neto do famoso Gato de Botas e um pássaro negro que canta lindamente são os personagens centrais de As Aventuras do Gato Marquês, fábula da escritora Ieda de Oliveira e da ilustradora Lúcia Brandão que fala de amizade, tolerância, diálogo e superação.

As Aventuras do Gato Marquês conta a história de um gato que afirma ser nobre e vive de chapéu e botas a comer passarinhos na floresta onde vive. Um dia, surge Melro, um pássaro que encanta os animais com seu canto, em especial o Gato Marquês, que logo pensa em transformá-lo em comida.

O gato conta para Melro as maravilhas da floresta e o convida a ficar em sua casa. Conhecedora da fama de Marquês, dona Coruja aconselha o pássaro a aceitar o convite e começa a planejar um jeito de salvá-lo. Ela os acompanha até a casa do gato, passa um óleo nas penas de Melro para que supostamente durma melhor e depois diz para Marquês que a substância fará bem ao pássaro, mas será fatal para quem tentar comê-lo. O gato fica furioso, e os dois vão dormir.

No dia seguinte, Melro convida Marquês a conhecer a casa onde mora. E saem os dois, pássaro em cima do chapéu do gato, caminhando em meio à floresta. Enquanto Melro observa a paisagem e levanta eventuais voos para observar se há algum perigo, Marquês resmunga da vida e da atitude da dona Coruja.

Quando chegam à casa, o gato descobre que Melro vive com uma menina que adora bichos e tem, além do pássaro, um cachorro. Diante da nova situação, Marquês tem de mudar sua visão de mundo. “Não construo personagens que tenham uma visão maniqueísta. Gosto de olhar a questão da superação. Sempre podemos, sempre somos capazes de mudar, e os meus personagens são reflexo disso”, afirma a escritora. “Criei um gato que tem um instinto, mas que consegue superá-lo por algo maior.”

Ieda fez sua fábula com linguagem simples e direta. As ilustrações de Lúcia acrescentam características aos personagens e os aproximam do leitor, tecendo uma narrativa harmoniosa. A simplicidade está também nos traços, arredondados, e nas poucas cores. Saltam aos olhos o vermelho e o verde, que compõem as páginas ao lado dos dominantes preto, cinza e branco.

Graduada em Letras pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Ieda é mestre em Literatura Brasileira pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ), doutora em Estudos Comparados de Literaturas de Língua Portuguesa pela Universidade de São Paulo (USP) e pós-doutora em Análise do Discurso pela Université de Paris XIII. Além de grande estudiosa da literatura infantil e juvenil, é autora de cerca de 20 livros, como Bruxa e Fada – Caldeirão ou Varinha de Condão (editora DCL) e O Leão e o Macaco (editora Larousse). Seus livros receberam o Selo Altamente Recomendável da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ) em 2005, 2007, 2009 e 2014.

Serviço
As Aventuras do Gato Marquês
Escritora: Ieda de Oliveira
Ilustradora: Lúcia Brandão
Editora: Globinho
Preço: R$ 42

** Gostou? Compartilhe! Siga o blog Estante de Letrinhas no Facebook