Falando de Música – Semibreves

Falando de Música – Semibreves

Após uma sucessão de resenhas impressionantes, a Associação de Críticos musicais da América de Norte elegeu a ópera "Breaking the Waves” da compositora Missy Mazzoli, vencedora do prêmio “Melhor Ópera Nova” da temporada.

Estado da Arte

22 Junho 2017 | 10h30

Após uma sucessão de resenhas impressionantes, a Associação de Críticos musicais da América de Norte elegeu a ópera “Breaking the Waves” da compositora Missy Mazzoli, vencedora do prêmio “Melhor Ópera Nova” da temporada.

Com produção do teatro da Ópera Filadélfia, da qual Mazzoli foi compositora residente, o espetáculo contava com libreto de Royce Vavrek e é baseado no filme “Ondas do destino” (1996) de Lars von Triers. A estréia aconteceu no 22 de setembro de 2016. A comissão julgadora foi composta por Heidi Waleson, George Loomis, Alex Ross, John Rockwell e Arthur Kaptainis.

Mazzoli esteve recentemente no Brasil, na edição de 2016 do Festival Rc4, no Rio de Janeiro.

A compositora norte-americana Missy Mazzoli (Divulgação).

****

O musicólogo Richard Taruskin – que nenhum entre os alunos das aulas Falando de Música podem dizer desconhecer – acaba de receber o Kyoto Prize. Talvez o mais conseqüente escritor de música de nosso tempo, torna-se o primeiro teórico do campo da música a vencer o prêmio, pensado para cobrir áreas que o Nobel curiosamente negligencia. Taruskin foi antecedido por músicos como Witold Lutoslawski, György Ligeti, Nikolaus Harnoncourt ou Cecil Taylor, entre outros.

Segundo a mantenedora do prêmio, Taruskin é ‘um musicólogo e crítico de erudição prodigiosa que transformou as perspectivas contemporâneas em música através da pesquisa histórica e de ensaios que desafiam os paradigmas convencionais da crítica”.

****

Morreu na manhã do dia 16 de junho, aos 96 anos, o embaixador e musicólogo Vasco Mariz. Mariz foi um dos mais prolíficos escritores de música do país de desde 1947, com “Figuras da música brasileira contemporânea” tornou-se um nome respeitado no ambiente musicológico nacional. Sua biografia de Heitor Villa-Lobos foi publicada nos Estados Unidos, Rússia e na Itália.

Professor Mariz publicou trabalhos fundamentais para divulgação da obra de Claudio Santoro e Francisco Mignone, além de ensaios a canção popular brasileira, um saboroso livro da história da música no Brasil e pequenos estudos sobre Mário de Andrade, Renato Almeida e Luiz Heitor Corrêa de Azevedo.

Sua ausência será sentida.

Leandro Oliveira é compositor e regente de orquestra, e anfitrião do projeto “Falando de Música” da Osesp. É doutorando em Educação, Arte e História da Cultura pela Universidade Mackenzie

0 Comentários