Poesia em Casa: Quatro poemas de Hitomaro

Poesia em Casa: Quatro poemas de Hitomaro

Estado da Arte

01 Abril 2018 | 17h05

Katsushika Hokusai, “Poema de Kakinomoto no Hitomaro” da série “Cem poemas explicados pela enfermeira”.

por Pedro Gonzaga

Poeta japonês cuja obra floresceu no início do século VIII, sabe-se dele muito pouco, exceto o que sua lírica guardou. Dotado de um estilo extremamente econômico, a temática da perda, em geral emoldurada pela natureza, está entre suas características mais reconhecíveis.

I

Sento-me em casa
Em nosso quarto
Na nossa cama
Olhando longamente
para teu travesseiro

II

Talvez os que nasçam
depois de mim
jamais viajem
por tais estrada do amor

III

Nas montanhas desertas
As folhas dos bambuzais
Farfalham ao vento.
Penso numa menina
Que não está aqui.

 

IV

 

Nas montanhas outonais
Caem as folhas encarnadas.
Se eu as pudesse conter
Ainda seria capaz de vê-la.

 

Pedro Gonzaga é poeta, tradutor, músico e professor. Doutor em Letras pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, é autor de A Última Temporada, Falso Começo e O Livro das Coisas Verdadeiras (Arquipélago Editorial), sua estreia na crônica. Acaba de lançar mais um

Mais conteúdo sobre:

Pedro GonzagaHitomaroPoesia